AO MINUTO: Mariupol sem corredor humanitário; "Ucrânia sairá vitoriosa"

Este domingo de Páscoa ortodoxa marca o 60.º dia de conflito na Ucrânia, ainda com o eco da primeira conferência de imprensa do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, desde que a guerra brotou no país. A partir do metro de Kyiv, o chefe de estado condenou as ações russas, criticando, por isso, secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, que visitará Moscovo primeiro do que Kyiv.

Ainda que o aumento da ofensiva russa no leste do país esteja a ser contido pelas forças ucranianas, o corredor humanitário previsto no sábado para Mariupol, cidade sitiada pelos russos, acabou por falhar.

Recorde-se que a investida russa, lançada há dois meses, a 24 de fevereiro, já provocou a morte de quase dois mil civis, segundo dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

Além disso, mais de 12 milhões de pessoas fugiram, cinco milhões das quais para fora do país, de acordo com os mais recentes dados da ONU. Contudo, mais um milhão já regressou à Ucrânia, segundo informou o ministro do Interior ucraniano, Denís Monastirski.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a guerra na Ucrânia:

15h30 – “É disto que Guterres deverá falar”. Corredor humanitário em Mariupol volta a falhar

A vice-presidente ucraniana,  Iryna Vereshchuk, responsabilizou a Rússia pela falta de abertura de corredores humanitários em Mariupol, no dia em que se assinalam dois meses desde o início da invasão russa. “É disto que [António] Guterres deverá falar em Moscovo, se se está a preparar para falar sobre a paz”, atirou a responsável, citada pela Reuters.

15h29 – Número de refugiados aproxima-se dos 5,2 milhões

Cerca de 23.000 refugiados ucranianos fugiram nas últimas 24 horas do país, invadido há dois meses por tropas russas, aproximando-se dos 5,2 milhões o total de deslocados, segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.

14h56 – Alemanha já acolheu mais de 370 mil refugiados ucranianos

O Ministério do Interior alemão revelou este domingo que o país já recebeu 376.124 refugiados ucranianos, a maioria dos quais crianças, mulheres e idosos.

14h32 – “Cristo pela paz”. Homem detido em Moscovo por cartaz

Segundo o meio de comunicação bielorrusso Nexta, um homem foi este domingo detido em Moscovo, na Rússia, por empunhar um cartaz que dizia “Cristo pela paz”. Recorde-se que este domingo celebra-se a Páscoa ortodoxa, dia em que se assinalam dois meses desde o início da invasão russa na Ucrânia.

14h20 – Igreja Russa critica apelos para sancionar o Patriarca Cirilo

“Impor sanções aos líderes religiosos é um disparate, uma rejeição total do senso comum”, disse o porta-voz da Igreja Ortodoxa Russa, Vladimir Legoyda, à agência noticiosa Interfax.

14h15 – Zelensky discute evacuação de Mariupol com Erdogan

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, revelou este domingo através da rede social Twitter que teve “uma importante conversa” com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, sobre a evacuação de Mariupol, cidade sitiada pelas forças russas, e da siderúrgica Azovstal.

13h50 – Cruz Vermelha pede corredor humanitário para Mariupol e fábrica Azovstal

O Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) apelou hoje à abertura de um corredor humanitário em Mariupol até à fábrica Azovstal para retirar os milhares de civis e centenas de feridos que permanecem na cidade ucraniana sitiada.

13h39 – Zelensky quer armas e não “presentes” ao receber responsáveis dos EUA

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse hoje que se vai encontrar em Kyiv com altos responsáveis políticos dos Estados Unidos, esperando receber “coisas específicas e armas específicas” e não presentes.

13h25 – Von der Leyen assume que dependência da energia russa “não é sustentável”

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, assumiu hoje que a dependência da Europa em relação à energia russa “não é sustentável” e deve ser uma motivação para o investimento em energias renováveis.

13h25 – Ucrânia reza pela sua “ressurreição” nacional no dia da Páscoa ortodoxa

As igrejas ucranianas celebram hoje o dia da Páscoa ortodoxa, com milhares de fiéis a rezarem e os sacerdotes a abençoarem os alimentos que as famílias vão comer terminada a Quaresma.

13h07 – ONU apela a uma trégua imediata em Mariupol para retirar civis

A ONU apelou hoje a uma trégua imediata em Mariupol, para permitir a retirada dos cerca de 100 mil civis ainda encurralados nesta cidade portuária ucraniana, quase totalmente controlada pelo exército russo.

12h05 – Fase ativa dos combates terminará em 2 a 3 semanas

“Em duas, no máximo três semanas, a fase ativa terminará e, até 9 de maio (dia em que a Rússia comemora a vitória da URSS sobre a Alemanha nazi), anunciarão vitórias preliminares, dirão que os objetivos foram cumpridos e irão disponibilizar-se para negociar”, afirmou o assessor da presidência ucraniana, Oleksiy Arestovich, ao portal independente de língua russa Meduza, com sede na Letónia.

12h01 – “A Ucrânia sairá vitoriosa”, considera porta-voz da diplomacia norte-americana

Ned Price, porta-voz da diplomacia norte-americana, disse esta manhã de domingo que os Estados Unidos estão “confiantes” de que, com o apoio do país, a “Ucrânia sairá vitoriosa” do conflito, naquilo que descreveu como uma “derrota estratégica para a Rússia”.

11h45 – Rússia já deportou quase um milhão de ucranianos 

O Ministério da Defesa russo apontou este domingo já ter deportado 951 mil ucranianos para a Rússia desde o início da invasão, segundo o The Kyiv Independent. Deste número, 174.689 são crianças.

11h35 – Zelensky fala de esperança no domingo de Páscoa dos ortodoxos

“O grande feriado de hoje dá-nos grande esperança e fé inabalável de que a luz vencerá as trevas, o bem vencerá o mal, a vida vencerá a morte e, portanto, a Ucrânia certamente vencerá”, apontou o chefe de estado, numa intervenção a partir da Catedral de Santa Sofia, em Kyiv.

11h29 – Ucrânia recupera oito localidades em Kherson

As forças armadas ucranianas informaram, no Facebook, ter recuperado oito localidades na região de Kherson, obrigando o exército russo a recuar até Chornobaivka, nos arredores daquela área sob controlo russo.

10h09 – “O sol chegará”. Ucrânia celebra Páscoa ortodoxa na sombra da guerra

Num domingo de Páscoa marcado por sol, os ucranianos em Kyiv rezam por quem está na linha da frente dos combates com as forças russas, assim como pelas comunidades presas em locais sitiados, como é o caso de Mariupol. Veja as imagens.

10h05 – Ataque em Donetsk mata duas crianças

Duas meninas, de cinco e 14 anos, foram este domingo mortas depois de um míssil russo ter atingido o edifício em que viviam, em Donetsk. O governador da região, Pavlo Kyrylenko, apelou à retirada de civis perto das zonas de combate, segundo a Sky News.

09h59 – Forças russas prosseguem ataque a Azovstal. Ucrânia apela a “trégua de Páscoa”

Mykhailo Podolyak, conselheiro do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, denunciou este domingo que as tropas russas continuam o ataque à siderúrgica de Azovstal, em Mariupol, apelando a uma “trégua de Páscoa”.

09h57 – Há 2 meses que crianças e idosos se escondem em Azovstal

Um vídeo partilhado pelo batalhão de Azov na véspera deste domingo de Páscoa ortodoxa mostra o interior da siderúrgica de Azovstal, na cidade sitiada de Mariupol, onde mais de mil pessoas, incluindo crianças e idosos, encontram abrigo das forças russas há dois meses. Veja aqui.

09h22 – Central de Chernobyl sem controlo da radiação 36 anos depois da catástrofe

Num dos locais mais radioativos do mundo, soldados russos cavaram trincheiras, cortaram eletricidade e impediram o controlo da radiação em Chernobyl, onde ocorreu o pior desastre nuclear civil do planeta, que faz na terça-feira 36 anos.

09h21 – Assinalam-se dois meses de guerra e Putin participa em missa de Páscoa

Na Catedral de Cristo Salvador de Moscovo, o presidente russo segurou uma vela vermelha acesa, durante a missa da meia-noite de domingo de manhã. A seu lado estava o presidente da Câmara da cidade. Veja as imagens.

08h40 – “Baixa moral russa” faz com que a Ucrânia consiga repelir ataques no Donbass

As forças ucranianas continuam a repelir os ataques russos no Donbass, segundo informações do Ministério da Defesa britânico. Apesar de alguns avanços, as tropas ucranianas conseguiram resistir “em todos os eixos” esta semana, infligindo “grandes perdas” junto da Rússia. Na verdade, a “baixa moral e o tempo limitado para reconstituir, reequipar e reorganizar as forças de ofensivas anteriores estão a afetar a eficácia do combate russo”, diz a nota.

08h31 – O momento da explosão que vitimou 8 pessoas em Odessa, incluindo um bebé

Novas imagens partilhadas pelo meio de comunicação bielorrusso Nexta mostram o momento da explosão que neste sábado vitimou oito pessoas, entre elas um bebé de três meses, em Odessa. Veja o vídeo.

07h47 – Embaixadora ucraniana elogia acolhimento de refugiados em Portugal

A embaixadora da Ucrânia em Lisboa fez hoje uma avaliação positiva do acolhimento de milhares de refugiados que chegaram a Portugal desde a invasão do seu país pela Rússia, há dois meses, destacando a ação das câmaras municipais.

07h46 – Guterres na Turquia antes de reunir com presidentes russo e ucraniano

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, visita a Turquia esta segunda-feira, antes dos encontros agendados com os presidentes russo e ucraniano.

07h46 – Reabertura da embaixada de Portugal em Kyiv seria muito importante

A reabertura da Embaixada de Portugal em Kyiv seria um passo importante para a segurança na capital ucraniana e para que mais países regressem à Ucrânia, considerou a embaixadora em Lisboa, Inna Ohnivets, em entrevista à Lusa.

07h46 – Membros de missão da OSCE detidos em Donetsk e Lugansk 

A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) afirmou, no sábado, que membros de uma missão no leste na Ucrânia, nas linhas da frente em Donetsk e Lugansk foram detidos, mas não especificou quem foram as forças militares no local a fazê-lo.

07h19 – Para recordar:

07h18 – Bom dia. Damos início ao acompanhamento AO MINUTO do conflito na Ucrânia. Pode recordar o registo anterior aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Rússia alista civis ucranianos; Zelensky critica Guterres

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Cancún desde 594€ ida e volta!

Lifestyle Viagens 19/01/21

Mergulhe nestas praias que são autênticos cenários de postal. Reserve já!

patrocinado por Betclic

Os jogos (e as apostas) que prometem aquecer o fim de semana e a semana

patrocinado por Continente

Papel reciclado não o convence? O do Continente Eco é uma aposta ganha

Recomendados para si

window._taboola = window._taboola || [];
_taboola.push({
mode: ‘thumbnails-a’,
container: ‘taboola-below-article-thumbnails’,
placement: ‘Below Article Thumbnails’,
target_type: ‘mix’
});

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Fonte: NOTICIASAOMINUTO.COM