Espanha confirma as duas primeiras mortes por hepatite aguda infantil

Foram confirmadas as duas primeiras mortes por hepatite aguda infantil em Espanha. Tratam-se de um menino de seis anos de Múrcia e um bebé de 15 meses da Andaluzia, segundo o jornal El País.

A notícia é confirmada pelo Ministério da Saúde espanhol que indicou que as duas crianças em causa não sobreviveram ao transplante de fígado a que tinham sido submetidas.

Refira-se que, segundo o relatório do Ministério da Saúde, foram detetados 46 casos em Espanha. Desses, três precisaram de transplantes. A terceira criança que precisou de transplante é uma menina de três anos que vive em Aragão, e tem tido uma boa evolução clínica.

Recorde-se que em Portugal, entre 28 de abril e 24 de junho, foram reportados “17 casos prováveis de hepatite de etiologia desconhecida” em idade pediátrica. “Os casos notificados têm sido situações com resolução clínica, não tendo ocorrido casos graves”, referia a DGS num comunicado publicado no ‘site’ em junho.  

[Notícia atualizada às 19h04]

Leia Também: Portugal reportou 17 casos suspeitos de hepatite aguda infantil

Ponte Aérea Lisboa-Funchal

Lifestyle Viagens 17/02/22

Marque já a sua próxima viagem para o Funchal desde 25€ (ida).

patrocinado por Wook

Manuais escolares? É mesmo disto que precisa: A WOOK cuida de tudo!

Recomendados para si

window._taboola = window._taboola || [];
_taboola.push({
mode: ‘thumbnails-a’,
container: ‘taboola-below-article-thumbnails’,
placement: ‘Below Article Thumbnails’,
target_type: ‘mix’
});

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Fonte: NOTICIASAOMINUTO.COM