Garota de 16 anos que foi a motel com homem de 29 sofreu edema: o que pode ter causado?

Lucas Nascimento de Carvalho, de 29 anos, era o homem que estava acompanhando a adolescente L.I.Z, de 16 anos, em um motel de Pinhas, Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná, na quarta-feira (20). L.I.Z passou mal, foi levada ao hospital, mas não resistiu e morreu.

Ainda no estabelecimento ela teve hemorragia. Lucas, após pedir ajuda aos funcionários do motel, a colocou dentro do carro e a levou para a unidade de pronto atendimento (UPA). L.I.Z chegou a ser atendida, mas a morte foi confirmada pela equipe médica.

Nesta sexta-feira (22), depois de grande repercussão em todo o Brasil, peritos do Instituto Médico Legal (IML) confirmaram que a morte de L.I.Z foi causada por um edema pulmonar. Apesar disso, ainda há esclarecimentos a serem feitos. O edema pode ser causado por vários fatores, inclusive pancadas na região torácica.

Homem que acompanhava L.I.Z contou que deu água para ela

Na versão dada por Lucas, ele deu a entender que teria dado água para L.I.Z quando ela começou a passar mal. Não é possível afirmar, mas essa água pode ter causada o edema pulmonar, que é o excesso de líquidos no pulmão, o que dificulta a respiração e leva à morte.

Esta água pode ter ido direto ao pulmão da adolescente. Além disso, não é recomendável dar água a uma pessoa que sofre de hemorragia. A família da jovem chegou a dizer que ela tinha sido assassinada. A Polícia Civil continua investigando o caso e vai ouvir a mãe da vítima na próxima semana. O delegado que conduz o caso decidiu aguardar esses dias por causa do sofrimento da família.

Continue Lendo Comunicar Erro

Fonte: I7NEWS.COM.BR