Mulher desabafa após morte de mãe, pai, irmão e marido: 'Perdi quatro pessoas que eu mais amava para o vírus'

A Covid-19 devasta as famílias brasileiras em uma proporção arrebatadora nas últimas semanas. Em Fortaleza, a empresária Vivian de Oliveira, comoveu ao fazer um desabafo e apelo para as pessoas respeitarem as recomendações das autoridades de saúde e se cuidarem contra o vírus.

Em um intervalo de 20 dias, ela que se encontra internada com a doença em estado estável, perdeu o pai, a mãe, o irmão e o marido para a Covid-19. 

“Quem ama cuida. Por isso, obedeçam às normas sanitárias e fiquem em casa. Eu perdi quatro pessoas que eu mais amava para o vírus e a dor é inesquecível”, desabafou Vivian.

Segundo a empresária, a primeira pessoa a ser infectada na família foi a cunhada. Posteriormente, o irmão, a mãe e o pai acabaram contraindo o vírus. Além dos adultos, a família ainda protagonizou quadros de infecção em duas crianças com idade inferior aos 2 anos. Os bebês, no entanto, não precisaram de internação. 

Quadro devastador

Em um curto intervalo de tempo, Vivian foi perdendo os familiares. O pai morreu no dia 20 de fevereiro. Um dia depois foi o irmão. Em menos de uma semana, a mãe dela também não resistiu. Devastada e desolada, a mulher que também trabalha como assistente social ainda perdeu o marido. 

As mortes praticamente simultâneas fizeram com que Vivian não tivesse tempo para entender o sofrimento e tentar superar o quadro. 

“Hoje eu me sinto triste, abalada, desacreditada. Tem horas que parece que é um pesadelo”, desabafou Vivian, que diz buscar forças na fé para cuidar da filha de 1 anos e cinco meses.

Ainda internada no tratamento contra a Covid-19, Vivian não precisou de entubação e da utilização de oxigênio.

Continue Lendo Comunicar Erro

Fonte: I7NEWS.COM.BR