Idosa recebe duas doses da vacina em uma semana e precisará tomar terceira; motivo serve de alerta

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A vacinação contra a Covid-19 está acontecendo em todo Brasil e aos poucos a população vai contando com um reforço a mais nesta batalha contra a pandemia, mas no interior do Ceará um caso chamou a atenção de todos.

A senhora Francisca Soares Bezerra, de 80 anos, recebeu duas doses da CoronaVac em apenas uma semana, segundo informou o Diário do Nordeste e ainda precisará receber uma terceira dose do imunizante.

A idosa foi vacinada primeiramente no dia 12 de março e foi informada que receberia a segunda dose apenas no dia 9 de abril. Ela foi para casa e estava tranquila, mas no dia 18 deste mês, dona Francisca recebeu a visita de alguns agentes da Secretaria Municipal e eles disseram que ela deveria receber o medicamento.

var vitag = vitag || {};
vitag.outStreamConfig = {
distanceBottom: 65, // 0- 120 px,
}
vitag.videoDiscoverConfig = { random: true, noFixedVideo: true }; (vitag.Init = window.vitag.Init || []).push(function () { viAPItag.initInstreamBanner(“vi_937432432”) });
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Ela foi vacinada pela segunda vez, bem antes do que estava previsto e após receber o imunizante, perguntou aos agentes: “Já é a segunda dose?“.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Nesse momento os profissionais de saúde ficaram em choque e perceberam que houve um erro, mas era tarde demais porque a vacina já havia sido aplicada.

A família entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde e o erro foi confirmado, porém, a idosa precisará receber a terceira dose da vacina contra a Covid-19 para ficar realmente imunizada. Segundo os especialistas, essa dupla aplicação não deverá causar nenhum problema e nem colocar a saúde da senhora em risco.

Um estudo do Instituto Butantan aponta que a CoronaVac tem uma eficácia melhor quando a segunda dose é aplicada em um maior intervalo de tempo, por isso a idosa precisará receber o imunizante pela terceira vez no início de abril.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.COM.BR