Caso Henry: ex-namorada de Jairinho tem foto íntima exposta e polícia abre investigação

No final de março, a foto de uma ex-namorado de Jairo Souza Santos Júnior, o vereador Dr. Jairinho, passou a circular nas redes sociais. O nude foi publicado logo após ela ter prestado depoimento para falar sobre as agressões que teria sofrido do político.

Jairinho é um dos personagens principais da morte do garoto Henry Borel (leia mais abaixo). Agora, o delegado Pablo Sartori, titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), abriu um inquérito para investigar o vazamento desta imagem. A ex-namorada, uma cabelereira de 31 anos, prestou depoimento no inquérito que apura a morte de Henry. 

A morte do garoto Henry

Henry Borel, de quatro anos, morreu na madrugada do dia 8 de março. O menino foi socorrido pela mãe, Monique Medeiros, e o padrasto, Dr. Jairinho, mas chegou sem vida ao Hospital Barra D’Or. Laudo do Instituto Médico Legal (IML) mostrou que o garoto sofreu hemorragia interna e laceração hepática.

No dia 8 de abril, Monique e Jairinho foram presos acusados de atrapalhar as investigações das autoridades. A prisão temporária do casal termina no próximo dia 7 de abril. Jairinho foi indiciado, nesta sexta-feira (30), por tortura majorada contra uma menina que na época tinha entre 3 e 5 anos. Ela era filha da ex-namorada de Jairinho que teve as fotos vazadas.

O inquérito que apura a morte de Henry deve ser finalizado nesta próxima semana. Tudo indica que Jairinho e Monique serão indiciados por homicídio duplamente qualificado. Após a finalização, o inquérito é encaminhado ao Ministério Público, que faz a denúncia.

Continue Lendo Comunicar Erro

Fonte: I7NEWS.COM.BR