Professora de 51 anos morre de Covid, deixa dois filhos e família desabafa: 'estava muito ansiosa'

A professora Ilvana Griggi Moreira Costa, de 51 anos, morreu vítima da Covid-19 no dia 30 de maio, um dia depois de a campanha de vacinação para profissionais de educação ter começado em Várzea Grande, na Grande Cuiabá. Ilvana dava aula de português na Escola Estadual Maria da Cunha Bueno.

Devido à pandemia, a professora não estava dando aula. Ela aguardava com ansiedade ser vacinada para poder voltar a fazer o que mais amava. Com medo de contrair a doença causada pelo coronavírus, Ilvana seguia à risca as recomendações e se cuidava bastante.

Por algum descuido, a Covid chegou à família e todos foram contaminados. Assim que testou positivo, Ilvana ficou em casa. Dias depois, começou a apresentar alguns sintomas como fraqueza, cansaço e falta de ar. Foi aí que a professora procurou um médico.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Ilvana precisou ser internada e no dia 30 de maio a família recebeu a notícia que não queria: a professora havia morrido em decorrência da Covid-19. Ilvana deixou marido e dois filhos. A família se manifestou pelas redes sociais. No texto, pedia para que as pessoas usassem máscara e não façam aglomerações.

“A Covid-19 é devastadora e é um vazio desde quando a pessoa é contaminada. Você não consegue dar aquele cuidado que a pessoa precisa naquele momento, não pode tocar, isso dói muito”, dizia a postagem. “O que machuca muito é que ela estava muito ansiosa (para se vacinar)”, disse Rafaella Cristina Griggi Lino, sobrinha da professora. Ilvana é uma das mais de 470 mil vítimas da doença causada pelo coronavírus no Brasil. O país é o segundo do mundo em óbitos, atrás apenas dos Estados Unidos.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR