Quem é Lázaro Barbosa, serial killer caçado pela polícia; ele já fez muitas vítimas

Lázaro Barbosa Souza, de 33 anos, nasceu na Bahia e está sendo procurado pela polícia do Distrito Federal. O serial killer aterrorizou a capital do país depois de cometer um crime chocante em Ceilândia, na última quarta-feira (9), quando matou uma família.

O homem invadiu uma casa e matou três pessoas – pai e filhos. Ele deixou o local com uma mulher, de 43 anos, que havia presenciado a morte do marido e dos filhos. A empresária conseguiu ligar para um irmão, que foi até a casa e encontrou os corpos.

Três dias depois, o corpo dessa mulher foi encontrado sem roupa e com diversos cortes, o que revela a crueldade do assassino. Cerca de 200 homens da polícia do Distrito Federal foram mobilizados na busca pelo criminoso desde quarta-feira.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Cronologia da perseguição

No dia 9, Lázaro invadiu a casa, matou três pessoas e sequestrou a matriarca da família – ele a matou depois. No dia 10, ele fez duas pessoas reféns em uma chácara. O criminoso deixou o local com celulares, carregor, jaqueta e R$ 200. No dia 11, Lázaro roubou um carro em Ceilândia e fez mais uma pessoa refém.

No sábado (12), o criminoso baleou três homens e roubou duas armas em uma chácara. Dos feridos, um passa bem e os outros foram socorridos em estado grave. Ainda no sábado, a polícia chegou a encontrar o bandido, quase o prendeu, mas ele conseguiu fugir ao atear fogo em casa de Cocalzinho, interior de Goiás.

No domingo, Lázaro furtou um carro em Cocalzinho e se desfez do veículo ao avistar uma barreira policial. As buscas pelo criminoso continuam com centenas de policiais mobilizados e pessoas aterrorizadas. Um caminhoneiro entrou em contato com a polícia, nesta terça-feira (15), informando que o viu na Rodovia BR-070. Qualquer denúncia pode ser feita via 190 (Polícia Militar) e 181 (disque-denúncia).

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR