Jovem que morreu atingido por bala perdida em casa tinha acabado de acordar; família alega falta de socorro

O adolescente Thiago Santos da Conceição, de 16 anos, foi mais uma vítima fatal da violência no Rio de Janeiro. Residente no morro da Fé, uma das comunidades do complexo da Penha, no Rio de Janeiro, o jovem acabou sendo alvejado na testa por uma bala perdida, quando estava dentro de casa na manhã da última sexta-feira (18).

Socorrido por familiares, ele acabou não resistindo aos ferimentos e teve morte confirmada, pouco depois de dar entrada em uma unidade hospitalar. 

Em pronunciamento, a Polícia Civil negou que tenha ocorrido qualquer tipo de tiroteio próximo à casa do adolescente, informação contrária ao que a família de Thiago alegou ter se deparado. 

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Cena trágica

De acordo com familiares, o menino tinha acabado de acordar, saiu do quarto para a sala, e ao se aproximar para sala, foi alvejado na testa. Os familiares de Thiago afirmam ter pedido socorro a agentes da Polícia Civil que passavam pela rua, e ouviram negativa deles para transportar o adolescente. 

Thiago Conceição era aluno do 2º ano do Ensino Médio na Escola Estadual Professor José da Silva Marques. Em entrevista ao jornal “O Globo”, o tio da vítima, Giovani Gilson, disse que o adolescente não tinha problemas e já projetava diversos planos para o futuro, entre eles o sonho de ingressar na carreira militar. 

“Ele era muito tranquilo, não tinha envolvimento com nada e não tinha amizades ruins. A polícia não deu nenhuma explicação, muito pelo contrário. Nem socorrer, socorreu ele. O tiro partiu deles, a Polícia Civil era a única força”militar” que estava na comunidade naquele momento”, desabafou o tio de Thiago. 

A mãe da vítima ficou bastante abalada com o ocorrido e teve que ser atendida por médicos ao tomar conhecimento que o seu filho do meio, não havia resistido. 

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR