Mulher é suspeita de enviar doces envenenados para o ex-namorado e sua noiva; uma criança está entre os internados

A Polícia Civil de Minas Gerais chegou até uma mulher suspeita de enviar doces envenenados a um casal. Após uma minuciosa investigação, a ex-namorada de Dione Quirino foi apontada como possível responsável por enviar os doces para ele e à sua noiva, Amanda Cássia Lopes. O caso se deu em Jaíba, interior mineiro.

Segundo informações divulgadas pelo delegado responsável pelo caso, Marconi Vieira Rocha, a suspeita é ex-namorada do noivo e não aceitava o fim do relacionamento, além disso, para despistar a polícia, ela teria realizado o envio de outra cidade.

Ao portal de notícias UOL, o delegado Marconi afirmou que a suspeita viajou 35 quilômetros distante de Jaíba, para outra cidade, de onde entregou uma encomenda para um moto-taxi, que repassou o embrulho para um taxista, sendo este último o responsável pela entrega dos doces envenenados para as vítimas.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Na última sexta-feira (24), um mandado de busca e apreensão foi cumprido pela polícia na casa da suspeita. No local, os agentes encontraram a bolsa utilizada para realizar a entrega, devolvida à suspeita após a conclusão do serviço.

Além do ex-namorado da suspeita e de sua noiva, a mãe do rapaz, sua cunhada, uma sobrinha e o cachorro da família também acabaram ingerindo os doces.

Ainda de acordo com informações do delegado, os quatro adultos permanecem internados no Hospital Municipal de Jaíba a apresentam um quadro de pneumonia. A criança precisou ser transferida para Janaúba, onde também segue internada. Já o cachorro acabou vindo a óbito.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR