Mãe dá à luz em recepção de hospital e bebê bate cabeça no chão; ela sofreu traumatismo e hemorragia

O Hospital Sofia Feldman, unidade de saúde considerada uma referência no país, está sendo acusada de negligência. O caso envolve o nascimento da pequena Olívia, recém-nascida que veio ao mundo no último dia 6 de maio, por meio de um parto natural. A criança acabou batendo a cabeça no chão e sofreu traumatismo craniano. O fato aconteceu na recepção do hospital que fica em Belo Horizonte.

De acordo com a reportagem do portal de notícias O Tempo, o prontuário da mãe da bebezinha, Josiane Marques Pereira, 27 anos, a filha teve hemorragia e precisou ser encaminhada com urgência para o Hospital João XXIII. No local, a menina teve que ser submetida a um procedimento cirúrgico para drenar o sangramento. A recém-nascida levou 11 pontos na cabeça.

A pequena recebeu alta, mas vai precisar fazer acompanhamento médico com o neurologista. O profissional vai poder avaliar a possibilidade de algum tipo de sequela causada pela queda. A mãe contou que procurou o hospital após começar a sentir fortes contrações e buscou atendimento no hospital mais próximo da sua residência.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

A mulher relata ter ficado na recepção por quase uma hora sem receber assistência médica. “Eu sentia muita dor e ia ao banheiro toda hora. Fui até uma sala falar que a bebê estava quase nascendo e me disseram que eu seria a próxima. Voltei a me sentar, mas a dor aumentou muito e a bolsa rompeu”, desabafou.

Após o rompimento da bolsa, o marido tentou achar uma cadeira de rodas, mas não deu tempo. Como não conseguia ficar sentada, ela se ficou na beirada do banco, quase deitada. Foi quando sentiu a criança saindo e só escutou o barulho dela caindo no chão. Nesse momento, vários profissionais do local apareceram para socorrer o bebê.

De acordo com Josiane, após o pediatra avaliar, foi detectado um galo na cabeça da pequena. Após uma tomografia ficou constatado o traumatismo craniano e hemorragia. Ela ressaltou que ficou desesperada quando tudo aconteceu. A mãe resolveu denunciar o caso e fez o boletim de ocorrência.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR