Grávida falece junto com sua bebê e familiares acusam hospital de negligência; ela deixou filha de 5 anos

Grávida falece junto com sua bebê e familiares acusam hospital de negligência; ela deixou filha de 5 anos

Mariana Gimenes, de 25 anos, estava grávida da bebê Cecília. No dia 20 de abril, a gestação que acontecia de forma tranquila até os sete meses, mudou. Mariana começou a sentir dores e procurou ajuda médica no Hospital Municipal Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias (RJ).

No hospital, Mariana foi medicada e liberada. No dia seguinte, voltou a sentir dores, que se repetiram por mais três dias. No dia 23, a jovem ficou internada. A situação se agravou. A família de Mariana recebeu a informação de que a bebê, Cecília, havia falecido. Horas depois, a morte de Mariana também foi confirmada. Ela morreu em decorrência de infecção generalizada.

Em entrevista ao portal UOL, uma prima de Mariana, Gabriela Mota, se mostrou revoltada e disse que vai lutar pelos direitos de Mariana e de Cecília para que outras pessoas não passem por situação parecida. Valéria, mãe da gestante que faleceu, afirmou que a filha pediu ajuda e foi negada.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

“Como falar para uma criança que a mãe e a irmãzinha dela não vão voltar? Não consigo admitir isso. Está acabando comigo”, desabafou Júnior Medeiros (foto acima), pai de Mariana. A jovem de 25 anos deixou uma filha de 5 anos. O enxoval de Cecília estava todo pronto.

Em nota, a prefeitura de Duque de Caxias informou que Mariana Gimenes foi diagnosticada com infecção urinária com piora dos sintomas. A administração municipal também explicou que o quadro se agravou e resultou no óbito. A família não aceita e contratou advogada. Luane Santana, representante da família, disse que Mariana foi vítima de violência obstétrica.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR