Procuradora agredida por colega de trabalho desabafa cheia de dores: 'Traumatizada'

A procuradora Gabriela Samadello viveu momentos de horror em seu local de trabalho, na sede da prefeitura de Registro, interior de São Paulo. Na segunda-feira (20), a procuradora de 39 anos foi agredida por um colega de trabalho, Demétrius de Macedo, de 34.

Gabriela havia aberto processo para averiguar a conduta de Demétrius no local de trabalho. O procurador já havia sido agressivo com colegas de trabalho. Ao ver que o processo foi aberto, Demétrius se descontrolou e atacou a chefe.

Vídeo que circula pelas redes sociais mostra mulheres tentando conter o agressor. Gabriela foi agredida com cotoveladas, socos e pontapés. Mesmo caída, a procuradora continuou sendo agredida por Demétrius. Ele só foi contido quando dois homens entraram na sala.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

A Polícia Militar foi acionada, Demétrius foi encaminhado à Delegacia da Mulher, prestou depoimento e foi liberado. O procurador deve responder por lesão corporal e desacato. A prefeitura de Registro o afastou das funções e suspendeu o pagamento do salário.

!function(t){var o=!1;t(“body, html”).bind(“touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel”,function(e){0==o&&t.getScript(“https://platform.twitter.com/widgets.js”),o=!0})}(jQuery);

Gabriela deu entrevista e afirmou que recebeu cotovelada e foi jogada contra a parede. A procuradora recebeu chutes na cabeça e pelo corpo. Chefe, Gabriela já havia conversado com Demétrius após ele hostilizar uma colega de trabalho. Na ocasião, Gabriela foi expulsa da sala de Demétrius.

“Estou traumatizada, com medo de sair de casa sozinha, me sentindo fragilizada, dolorida, tive muita dor de cabeça, dificuldade para me alimentar”, disse a procuradora agredida. Após a selvageria, ela postou foto nas redes sociais em que aparecia ensanguentada.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR