Donald Trump pode ser processado pelos Rolling Stones; entenda – Celebridades

A banda britânica Rolling Stones Divulgação A banda replicou artigo que noticia proibição em sua página oficial no Twitter

O , tem usado a música ” You Can’t Always Get What You Want “, da lendária banda britânica Rolling Stones, em sua campanha de reeleição. Mas parece que os roqueiros não ficaram nada felizes com isso e podem, inclusive, processar Trump .

Leia também

Os integrantes do grupo recorreram ao órgão norte-americano de direitos autorais musicais, o BMI. O presidente está proibido de utilizar a canção novamente.

Caso aconteça, ele violará contrato de licença com a organização e pode ser processado pelos Rolling Stones .

Segundo o portal Deadline, sediado no distrito de Hollywood, em Los Angeles, o IMC informou à equipe de campanha de Trump que o uso da música não está autorizado.

O artigo foi replicado pela própria banda, em seu perfil oficial do Twitter.

BMI warns Donald Trump Campaign to stop playing Rolling Stones songs:

— The Rolling Stones (@RollingStones)

Não é a primeira vez que o presidente Donald Trump se envolve em polêmicas por conta de direitos autorais. Ele já utilizou músicas de diversos artistas em suas campanhas e comícios.

Em 2016, o presidente, então em campanha e candidato a ocupar a Casa Branca, foi recebido na Convenção Nacional Republicana com “We Are Tha Champions”, do Queen. O guitarrista da banda, Brian May, se posicionou contra o uso de qualquer canção do Queen por Trump ou pelo partido republicano.

speaking now. Came out to Queen “We are the Champions”

— Nick Ciletti (@NickCiletti)

Artistas como Adele , Neil Young e R.E.M, ou representantes, também proibiram o uso de suas canções por parte do partido republicano.

Fonte: gente.ig.com.br/celebridades/2020-06-28/donald-trump-pode-ser-processado-pelos-rolling-stones-entenda-motivo.html