Atriz de ‘iCarly’ fala de mãe abusiva e trauma com Ariana Grande

Divulgação/Nickelodeon – 06.04.2022 Jennette McCurdy interpretou Sam na série “iCarly”

A ex-atriz americana Jennette McCurdy, de 30 anos, conhecida pela série infantil “iCarly”, lança na próxima semana a sua autobriografia “Estou feliz por minha mãe ter morrido” (“I’m glad my mom died”). O lançamento está marcado para o próximo dia 9 e o livro já está em pré-venda. Naturalmente, o título causou polêmica e a capa também. Anunciada em abril, a imagem mostra Jennette segurando uma urna funerária rosa. Veja abaixo.

A ex-atriz, que conta com quase 8 milhões de seguidores no Instagram, já falou outras vezes sobre a relação abusiva que a mãe tinha com ela. Debra McCurdy queria ter sido atriz e tentava projetar o seu próprio sonho na filha até morrer, em 2013. Jennette começou a atuar aos 6 anos de idade e tentou desistir da profissão ainda jovem, mas a mãe não a deixou. No livro, ela promete agora contar mais detalhes sobre a relação das duas. Jennette anunciou a aposentadoria na atuação em 2021.

+ Entre no canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Outro ponto que promete chamar a atenção na sua autobiografia é a relação com a cantora e atriz Ariana Grande. As duas foram protagonistas da série “Sam & Cat”, mas Jennette diz que recebia um tratamento diferente da colega por parte do canal Nickelodeon. Segundo trecho do livro antecipado pelo jornal “The New York Times”, ela conta que “quebrou” quando viu Ariana chegar ao estúdio animada, contando que tinha passado a noite com Tom Hanks, brincando de charadas.

Jennette ainda acusou o canal de ter oferecido 300 mil dólares para ela não falar sobre as experiências nos bastidores do trabalho.


Fonte: GENTE.IG.COM.BR