Cláudia Jimenez e ex-esposa moravam juntas mesmo após separação

Cláudia Jimenez e ex esposa moravam juntas mesmo após separação

Reprodução/Instagram – 21.08.2022 Cláudia Jimenez e Stella Torreão viveram relacionamento entre 1998 e 2008

Foi uma história de amor tão linda que não poderia terminar de outra forma: uma amizade sincera, repleta de carinho e cuidado. Assim foi com a atriz Claudia Jimenez, que morreu neste sábado (20), em decorrência de uma insuficiência cardíaca, e sua ex-companheira, a personal trainer Stella Torreão, dona do espaço dedicado a atividades físicas que leva seu nome no Rio de Janeiro. As duas ficaram juntas por dez anos, entre 1998 e 2008. Mesmo separadas há 14 anos, elas dividiam um apartamento na Lagoa, onde moravam, e eram sócias no Espaço Stella Torreão.

+ Entre no  canal do iG Gente no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre celebridades, reality shows e muito mais!

Stella ajudou Claudia na reabilitação após suas cirurgias cardíacas e sempre fazia homenagens a ela em seus perfis nas redes sociais em ocasiões especiais, como aniversários. Os programas continuavam os mesmos da época em que formavam um casal. Antes da pandemia, Claudia e Stella podiam ser vistas frequentando o teatro e viajando em grupo. “Costumo dizer que a nossa separação não deu certo. Ela é tão dentro da minha vida, e eu da dela, que a única parte que a gente não vive é a erótica”, contou Claudia numa entrevista em 2018.


Stella se manifestou nas redes sobre a morte da atriz. Em seu perfil no Instagram, Stella escreveu: “Claudia, amor da minha vida, faria tudo de novo! Você fez muito mais por mim. Cadê nós meu amor?”

+ Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram !

“Passo aqui só dizer que ela me alimenta de todas as maneiras, me protege, me ama, me valoriza, me salva! Acreditem, não sei o que fiz para merecer essa pessoa tão maravilhosa em minha vida!”, acrescentou a personal trainer, de quem a atriz se separou em 2008.

Claudia Jimenez morreu no Rio, aos 63 anos. A intérprete de Dona Cacilda, da “Escolinha do Professor Raimundo”, e de Edileuza, de “Sai de Baixo”, estava internada no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul. A causa da morte não foi informada.

Nascida no Rio de Janeiro, Cláudia estreou na TV Globo em 1979, na série “Malu Mulher”. Na década seguinte, ela esteve em “Os Trapalhões”, trabalhou por quatro anos no programa “Viva o Gordo”, e participou do “Chico Anysio Show” e da série “Armação ilimitada”.

Foi como a divertida Dona Cacilda, em “Escolinha do Professor Raimundo”, também em 1990, que Cláudia ganhou maior destaque para o público. Nas participações, ela desnorteava o cansado professor Raimundo, interpretado por Chico Anysio, com suas tiradas atrevidas. Na série, ela apresentou o bordão “beijinho, beijinho, pau pau”, em referência à música “Beijinho, beijinho, tchau, tchau”, de Xuxa.

+ O “AUÊ” é o programa de entretenimento do iG Gente. Com apresentação de Kadu Brandão e comentários da equipe de redação, o programa vai ao ar toda sexta-feira, às 12h, no YouTube, com retransmissão nas redes sociais do portal.


Fonte: GENTE.IG.COM.BR