Taylor Swift é homenageada em Nashville pelo seu trabalho de compositora

Taylor Swift é homenageada em Nashville pelo seu trabalho de compositora

The Music Journal Brazil Taylor Swift é homenageada em Nashville pelo seu trabalho de compositora

A cantora norte-americana Taylor Swift foi agraciada com o prêmio Artista-Compositora da Década pela Nashville Songwritters Association International em uma cerimônia realizada nos EUA na noite da última terça-feira (20)

Swiftde 32 anossubiu ao palco do Nashville Songwritter Awards no Ryman Auditorium em Nashville (EUA) para receber o prêmio, tornando-se a primeira musicista a receber a honraria. A cantora realizou um discurso de aceitação do prêmio de 13 minutos .

“Estou aqui recebendo este lindo prêmio por uma década de trabalho e não posso explicar o quão bom isso é”iniciou Taylor Swift . “Porque do jeito que eu vejo, ete é um prêmio que celebra o culminar de momentos. Desafios. Álbuns dos quais me orgulho. Triunfos. Golpes de sorte ou infortúnio. Erros altos e embaraçosos e a subsequente recuperação daqueles erros e as lições aprendidas com tudo isso”disse a artista.

E concluiu: “Este prêmio celebra minha família, meus co-roteiristas e minha equipe. Meus amigos e meus fãs mais ferozes e meus detratores mais severos e todos que entraram ou saíram da minha vida. Porque quando se trata de minhas composições e minha vida, eles são a mesma coisa.”

A hitmaker de Love Story também revelou, pela primeira vez, que ela divide suas letras em categorias de gênero. São elas: “pena”“caneta-tinteiro” e “gel brilhante” .

“Eu nunca falei sobre isso publicamente antes, porque, bem, é idiota. Mas eu também, em minha mente, secretamente, estabeleci categorias de gêneros para as letras que escrevo. Três deles, para ser exato. Eles são afetuosamente intitulados”pena”, caneta-tinteiro” e “gel brilhante”. Eu sei que isso parece confuso, mas vou tentar explicar: eu criei essas categorias com base na ferramenta de escrita que imagino ter em minha mão quando a rabisquei, figurativamente. Na verdade, não tenho uma pena. Mais. Eu quebrei uma vez quando estava brava”, disse Taylor Swift .

“Eu categorizo ​​certas músicas minhas no estilo ‘Pena’ se as palavras e frases são antiquadas, se eu me inspirei a escrevê-las depois de ler Charlotte Brontë ou depois de assistir a um filme onde todos estão vestindo camisas de poeta e espartilhos. como uma carta escrita pela bisavó de Emily Dickinson enquanto costurava uma cortina de renda, sou eu escrevendo no gênero “Pena”encerrou.

Fonte: GENTE.IG.COM.BR