Médico aponta possível motivo para retirada do útero de Preta Gil: 'expansão da lesão dos órgãos próximos'

Médico aponta possível motivo para retirada do útero de Preta Gil: 'expansão da lesão dos órgãos próximos'

PUBLICIDADE
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A cantora Preta Gil, de 49 anos, foi às redes sociais para tranquilizar seus seguidores a respeito de sua condição de saúde após passar por uma cirurgia para a retirada de um tumor no reto. O procedimento foi realizado no Hospital Sírio-Libanês na última semana.

PUBLICIDADE
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Preta compartilhou que está em processo de recuperação gradual e informou que também passou por uma histerectomia total abdominal, um procedimento cirúrgico que envolve a remoção do útero. A cantora não deu mais detalhes sobre a necessidade deste procedimento. Preta disse, apenas, que a cirurgia durou mais de 14 horas.

window.teads_analytics = window.teads_analytics || {};
window.teads_analytics.analytics_tag_id = “PUB_13575”;
window.teads_analytics.share = window.teads_analytics.share || function() {
;(window.teads_analytics.shared_data = window.teads_analytics.shared_data || []).push(arguments)
};

Médico esclarece possível motivo para histerectomia de Preta

De acordo com o site Terra, existem dois métodos para realizar a remoção do útero: total, como realizado pela equipe médica que tratou de Preta Gil, ou parcial, onde o colo do útero é mantido. A artista mencionou que o procedimento foi conduzido por meio de uma incisão no abdômen.

Conforme explicado pelo ginecologista Marcelo Cavalcante, possíveis motivos podem ter levado a equipe médica a tomar a decisão de realizar a histerectomia na cantora: “[Poder ser] Por condições de operabilidade no momento do procedimento, como aderências, [ou] para criar acessos, ou até mesmo por uma expansão da lesão dos órgãos próximos“, disse o ginecologista.

Mulher não entra na menopausa de forma automática

Ainda de acordo com o médico Marcelo Cavalcante, a mulher submetida à histerectomia não entra na menopausa de forma automática, já que os ovários são mantidos, e os folículos permanecem produzindo os hormônios de forma adequada.

PUBLICIDADE
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Continue Lendo Comunicar Erro

Fonte: TVPRIME.IG.COM.BR