Em jogo atrasado do Paulistão, Palmeiras bate São Caetano sem dificuldades

Cesar Greco / Palmeiras Palmeiras x São Caetano

Em jogo atrasado da 3ª rodada do Campeonato Paulista , o Palmeiras superou o São Caetano no Allianz Parque, por 3 a 0, com gols de Tony (contra), Breno Lopes e Lucas Lima. O próximo compromisso dos campeões da Copa do Brasil é domingo (14), em casa, contra a Ferroviária, às 16h. No mesmo horário, o São Caetano recebe o Corinthians.


O Verdão conquista sua primeira vitória no estadual e fica com quatro pontos, atrás de Ituano e Red Bull Bragantino no Grupo C, com um jogo a menos. Já o Azulão, além de seguir sem balançar as redes no Paulistão, continua sem vitórias e amarga a última posição do Grupo D, com um ponto.

INÍCIO FORTE DO VERDÃO

O Palmeiras começou pressionando o São Caetano e com alto volume ofensivo. Com menos de 5 minutos, Breno Lopes (duas vezes) e Danilo finalizaram com perigo contra a meta de Luiz.

O gol palmeirense não demorou a sair. Aos 11 minutos, o Verdão cobrou escanteio curto. A bola rodou de um lado para o outro, abrindo a defesa visitante. Lucas Lima achou Empereur pela esquerda. Ele avançou e cruzou forte na área. A bola desviou em Tony e entrou.

ROLO COMPRESSOR ALVIVERDE

O São Caetano, que não conseguia sair ao ataque, teve boa chance em bola parada. Da entrada da área, Charles soltou uma bomba em cobrança de falta. A bola não teve muita direção, mesmo assim, Vinicius Silvestre fez boa defesa.

Você viu?

Depois desse lance, a situação do Azulão desandou. Aos 36, Lucas Lima recebeu na entrada da área. O camisa 20 enfiou para Breno Lopes pela direita. O atacante chegou chutando e estufou as redes.

O Verdão não abaixou a cabeça e chegou ao terceiro tento. Gustavo Scarpa cobrou escanteio na entrada da área. Lucas Lima pegou de primeira. A bola veio em cima do goleiro Luiz, que se atrapalhou e deixou a bola escapar, sofrendo um digno frango.

AZULÃO SEM RESPOSTAS

Na volta do intervalo, o São Caetano seguia se defendendo em bloco baixo, atraindo os palmeirenses ao ataque. Assim como na primeira etapa, o Palmeiras teve duas chegadas perigosas com menos de 5 minutos.

Com ampla vantagem e controle da partida, o Verdão desacelerou o ritmo do jogo e optou pelos passes curtos. João Martins, auxiliar que substituí Abel Ferreira, teve a chance de rodar o elenco e colocar outros jovens ao decorrer do segundo tempo.

QUASE MAIS UM

Nos minutos finais da partida, Gabriel Menino cruzou na área, a bola foi desviada por Mayke, e Giovani apareceu na segunda trave finalizando para marcar. O bandeira invalidou o lance, que teve verificação do VAR.

O São Caetano, mesmo com as alterações de Wilson Júnior, não esboçou qualquer tipo de reação e saiu do Allianz Parque derrotado por 3 a 0.

Fonte: ESPORTE.IG.COM.BR