Irmãs de Maradona pedem justiça pela morte do ex-jogador

Maradona Reprodução Maradona

Um relatório divulgado na última semana revelou que Maradona teria sido “abandonado à própria morte” . Com base no documento, as irmãs do ex-jogador, Rita, Ana María, Elsa e Claudia Maradona desabafaram afirmando que não era justo que o craque morresse naquela situação.

imagem04-05-2021-20-05-56 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-56 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-56 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-57 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-57 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-57 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-58 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-58 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-58 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-59 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-59 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-59 Foto: Instagram imagem04-05-2021-20-05-00

“Dói ver alguns atores deste caso passearem pela imprensa como se fosse um espetáculo, e não a morte do nosso amado ‘Pelu'”, disseram as irmãs em trecho divulgado para a imprensa. Elas ainda pediram que a justiça fosse feita pela morte do ex-jogador.

As irmãs também manifestaram indignação sobre o relatório médico de Maradona ter vazado para a imprensa, alegando falta de privacidade.

A junta médica, após uma perícia, concluiu que o ídolo do futebol “começou a morrer pelo menos doze horas antes” do momento oficial de seu óbito.

Uma comissão interdisciplinar de 20 peritos convocada pela Procuradoria-Geral de San Isidro busca determinar se a morte de Maradona pode ter ocorrido por abandono ou homicídio culposo. A equipe ainda investiga se há chance de ter ocorrido alguma negligência médica quanto ao seu tratamento. 

Você viu?

O documento afirmou que havia chance de Maradona ter sobrevivido se tivesse tido acesso a um tratamento médico com uma internação adequada. Os especialistas indicaram que Maradona “não estava em pleno uso de suas faculdades mentais, nem em condições de tomar decisões sobre sua saúde” após ter deixado a clínica na qual realizou sua última cirurgia.

Foi sustentado o argumento de que os sinais de risco de vida teriam sido ignorados. Maradona faleceu dia 25 de novembro de 2020.

Fonte: ESPORTE.IG.COM.BR