Atenção! Brasil é confirmado como nova sede da Copa América

Copa América Divulgação Copa América

Após um reunião emergencial nesta segunda-feira, o Brasil foi confirmado como o novo país-sede da Copa América, depois que a Colômbia e a Argentina decidiram desistir de receber o torneio de seleções.

De acordo com a Conmebol, a escolha se deu pelo país ter sido sede da última edição, em 2019, e já ter estádios em boas condições para receber os jogos.

imagem24-06-2021-17-06-15 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-15 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-15 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-16 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-16 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-16 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-17 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-17 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-17 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-18 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-18 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-19 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-19 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-19 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-20 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-20 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-20 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-21 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-21 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-21 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-22 Foto: @lucasfigfoto / CBF imagem24-06-2021-17-06-23

As datas de início e final do torneio estão confirmadas para o dia 11 de junho e 10 de julho, respectivamente. As sedes e a tabela de jogos serão confirmados “nas próximas horas”, de acordo com comunicado da entidade.

Os governos do Equador e da Venezuela também tinham interesse em receber a disputa, após o ministro do Interior da Argentina, Wado de Pedro, confirmar  que Argentina deixou de ser sede devido à piora da pandemia de Covid-19 no país, que registrou até agora mais de 3,6 milhões de casos, com mais de 76 mil mortes.

Fonte: ESPORTE.IG.COM.BR