Em Manaus, projeto social de artes marciais monitora evolução física e comportamental dos alunos

Lance! Em Manaus, projeto social de artes marciais monitora evolução física e comportamental dos alunos

Os projetos de artes marciais vão além do ensino de técnicas de defesa pessoal. Em muitos deles, os jovens aprendem sobre educação, cidadania e socialização; e evoluem em aspectos físicos e mentais. O núcleo manauara do Projeto Loterias Caixa Mais Lutas fez recentemente uma avaliação física e comportamental nos alunos atendidos pela ação. A ideia é comparar os resultados de agora com os novos testes que serão feitos no futuro.

“Fazendo uma análise mais simplista e sem utilizar nenhum instrumento mais técnico, é perceptível a evolução dessas crianças, principalmente na questão social. Existe uma forte integração entre os beneficiários e isso é evidenciado dia após dia durante a participação nas atividades”, destaca Rômulo Sena, responsável pela unidade.

“Quanto aos aspectos técnico, físico e motor, temos respostas positivas dos professores que atuam no dia a dia dessas crianças, e é com essa premissa que planejamos estas avaliações, no sentido de observar algumas características que podem ser influenciadas pela prática da luta”, complementa.

O programa Loterias Caixa Mais Lutas é uma iniciativa da Associação Latina de Desenvolvimento Esportivo, Cultural e Ambiental (ALDEeA) e está presente na Rocinha (Rio de Janeiro), Tibau do Sul (Rio Grande do Norte) e Manaus. A ação fornece estrutura para que projetos sociais levem os ensinamentos técnicos e filosóficos do jiu-jitsu e da luta olímpica a jovens dessas regiões. De acordo com Rômulo Sena, a ideia é melhorar ainda mais todo o processo de estudo.

“A avaliação representa o pontapé inicial para futuras comparações. A partir da coleta destes dados teremos parâmetros para possíveis comparações, já que esses resultados isolados representam apenas a condição inicial dos beneficiários”, frisa o líder do Caixa Mais Lutas em Manaus.

O projeto Loterias Caixa Mais Lutas é um projeto de iniciação esportiva nas modalidades de lutas (Jiu-Jitsu e Wrestling) para crianças e adolescentes em faixa etária escolar (07 a 17 anos). A iniciativa dá acesso à prática orientada de atividades esportivas e recreativas, visando seu desenvolvimento integral, consequentemente fortalecendo as modalidades esportivas e a democratização do acesso ao esporte, além de sua formação para o exercício da cidadania.

As aulas acontecem de 2 (duas) a 3 (três) vezes na semana, com a duração de 50 minutos. Cada inscrito poderá praticar mais de 1 (uma) modalidade esportiva, desde que haja vagas disponíveis. As inscrições são gratuitas e realizadas no local de funcionamento do projeto, no horário específico das aulas:

Núcleo Manaus/AM – Avenida João Câmara, 1535 A, Novo Aleixo – Manaus/AM
Núcleo Rio de Janeiro/RJ – Travessa Esperança, 20, Rocinha – Rio de Janeiro/RJ
Núcleo Tibau do Sul/RN – Ginásio Municipal, Avenida Três Poderes, s/nº, Centro – Tibau do Sul/RN

E MAIS:

Fonte: ESPORTE.IG.COM.BR

FXSuperCach 3.1.00 pc - 3f76e99424d8164ab2eeb916467ca4dc (/esporte/2022/06/23/em-manaus-projeto-social-de-artes-marciais-monitora-evolucao-fisica-e-comportamental-dos-alunos/69854/)