Contaminado pela Covid-19, médico de Vilhena morre aos 67 anos, após três semanas dias internado em hospital de Cuiabá

 
Endocrinologista peruano era radicado em Rondônia há duas décadas

 
Faleceu na manhã desta terça-feira,11, no hospital São Mateus, em Cuiabá (MT), aos 67 anos, o médico Luiz Alberto Valdez Marques, um dos profissionais de Saúde mais conhecidos de Vilhena, onde atuava há cerca de 20 anos.
 
Valdez, que era peruano, tinha especialização em endocrinologia, atuava como plantonista na UTI do Hospital Regional de Vilhena e também no Hospital Bom Jesus, havia sido transferido de avião para a capital matogrossense no dia 24 de julho.
 
Contaminado pela Covid-19, o médico foi entubado no terceiro dia em Cuiabá, e seu quadro foi se agravando, em virtude de outros problemas de saúde pré-existentes. Hoje pela manhã, ele não resistiu e veio a óbito.
 
Um colega de Valdez, que acompanhava o caso dele desde o diagnóstico da doença, em Vilhena, disse que ainda não foi informado quando o corpo será transferido para a cidade, onde residia com a mulher e o filho.
 

Fonte: FOLHADOSULONLINE.COM.BR