Cidade paranaense trocou queima de fogos por balões para proteger animais e respeitar pessoas em luto

A pandemia do coronavírus já trouxe muita dor para muita gente, mas também tem servido para se mudar hábitos, arriscar o novo e inovar em pontos que já deveriam ter sido alterados há muito tempo.

A queima de fogos em datas comemorativas há muitos anos é um problema grande no Brasil e no mundo. Enquanto alguns esquecem os riscos da prática por conta de um eventual acidente, e só querem comemorar soltando os fogos, outras pessoas sofrem com os barulhos, como idosos, portadores de algumas doenças mentais, enfermos internados em hospitais e claro, os animais de estimação.

Estima-se que muitos cães e gatos morram nos dias em que há fogos de artifício, como réveillon e Natal, seja por infarto ou por se acidentarem ao tentarem encontrar um local seguro para fugir do barulho.

Pensando em proteger os animais de danos desnecessários e respeitar aqueles que não possuem motivos para comemorar nesse réveillon, como os que perderam um ente querido na pandemia, a cidade de Moreira Sales, no Paraná, decidiu tomar uma decisão inovadora: trocar a queima de fogos por balões motivacionais.

Os balões servem para homenagear os profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate a Covid-19, bem como conta com mensagens motivacionais de esperança em seu interior, assim, quem os estourar terá uma boa mensagem para começar o ano com o pé direito. Além disso, há sementes de árvores dentro dos balões biodegradáveis, assim, onde eles caírem, ou estourarem, uma árvore nascerá em breve.

A cidade de pouco mais de doze mil habitantes contou com a distribuição de cerca de três mil balões. A prefeitura distribuiu para os moradores e os incentivou a soltarem os balões na virada do ano, direto de suas casas, a fim de evitar aglomerações.

A decisão foi uma grande vitória para a ONG Amigo Bicho, que há anos tenta uma solução para essa época do ano, quando muitos animais acabam se ferindo ou morrendo, não só nos abrigos, mas nas casas e principalmente, nas ruas.

O objetivo agora é continuar com boas ações desse tipo nos próximos finais de ano. Com um 2021 incerto quanto a pandemia, a ideia é que outras cidades passem a aderir práticas sustentáveis e politicamente corretas daqui pra frente, tanto para economizar, quanto para respeito e segurança das pessoas e dos animais.

A decisão de Moreira Sales foi elogiada nas redes sociais por pessoas de outras cidades do Brasil que apoiam a iniciativa.

Continue Lendo Comunicar Erro

Fonte: I7NEWS.COM.BR