Lula toma atitude para preservar a família ao ser diagnosticado com grave doença

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou, por meio de suas redes sociais, que testou positivo para a Covid-19. A doença causada pelo coronavírus já matou mais de 210 mil brasileiros desde março do ano passado. Em todo o mundo, o número de mortes caminha para dois milhões.

Lula só tornou o fato público agora para preservar família e amigos.  O ex-presidente viajou para Cuba no dia 21 de dezembro para participar do início das gravações de um documentário sobre a América Latina. A peça audiovisual terá direção do cineasta Oliver Stone, dos Estados Unidos.

Lula viajou para a terra de Fidel Castro (1926-2016) ao lado da mulher, Janja, e de outras sete pessoas. Eles foram submetidos a testes para a Covid-19 no Brasil. Quando chegaram em Cuba, fizeram novamente o teste e o resultado foi positivo. No dia 26 de dezembro, novo teste foi realizado.

Os exames de Lula e de mais algumas pessoas da comitiva deram positivo. Apenas a jornalista Nicoles Briones não teve Covid-19. Investigação epidemiológica mostrou que a doença era importada. Ou seja, não havia sido contraída em solo cubano.

Ex-presidente Lula recebeu diagnóstico positivo para o COVID19, recebeu cuidados e está recuperado. Ele aguarda sua hora…

Posted by Lula on Thursday, January 21, 2021

“Por estar fora do Brasil, o ex-presidente Lula decidiu comunicar a doença apenas na chegada ao país, para preservar sua família e dos demais infectados”, diz nota publicada pelo ex-presidente em suas redes sociais. Na nota, Lula agradece aos profissionais do sistema de saúde cubano.

O ex-presidente também cutuca o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao dizer que os profissionais de saúde do país se esforçam, apesar da irresponsabilidade de Bolsonaro e do ministro da Saúde. Lula também parabeniza a Fiocruz e o Instituto Butantan.

Continue Lendo Comunicar Erro

Fonte: I7NEWS.COM.BR