Morre travesti que ficou conhecido como "Maravilhosa" ao desfilar durante reportagem do SBT

A pandemia do coronavírus, que provoca a Covid-19, tem feito milhões de vítimas no mundo inteiro. Além disso, o vírus está causando a morte de uma enorme quantidade de indivíduos em todos os continentes.

Entre as vítimas fatais mais recentes da Covid-19 está Laison A.S, o travesti brasileiro que ficou conhecido nacionalmente após aparecer como “intrometido” para as câmeras durante uma reportagem de televisão há algum tempo. 

A ocasião era uma reportagem da TV Allameda, emissora afiliada do SBT em Rondônia. Ele apareceu desfilando perto da repórter, fez pose e depois saiu, ficando conhecido como “Maravilhosa”, divertindo a muitos que assistiram à matéria. Ele era morador de rua da cidade de Porto Velho.

Laison tinha apenas 23 anos de idade e seu falecimento foi confirmado na última quinta-feira (04/02). Ele havia sido internado no Centro de Medicina Tropical de Rondônia para receber tratamento contra tuberculose e pneumonia, mas foi acabou indo a óbito pouco tempo depois do diagnóstico de Covid-19.

Por ter se tornado querido pelo público, a morte de Laison provocou grande tristeza e comoção em todo o Brasil. Através das redes sociais, muitos internautas escreveram mensagens de carinho para o jovem e lamentaram profundamente seu falecimento: “Descanse em paz” disse uma pessoa. “Que ela consiga fazer a sua passagem de maneira rápida e não dolorosa“, escreveu outro.

No Brasil, o número de mortes em decorrência do coronavírus já ultrapassa 230 mil. No mundo, soma-se mais de 2,3 milhões de óbitos devido à doença.

Continue Lendo Comunicar Erro

Fonte: I7NEWS.COM.BR