Greve dos caminhoneiros deixa várias cidades em MG sem gasolina; há filas nos postos de combustíveis

Dezenas de caminhoneiros promoveram um protesto nesta última sexta-feira (26), em frente a Refinaria Gabriel Passos, na cidade de Betim, Grande BH, revoltados com a alta no preço dos combustíveis.

O SindTanque-MG informou que pelo menos 300 caminhoneiros pararam só em Minas Gerais, o que acabou deixando vários postos sem combustível. Em alguns locais se formaram longas filas, pois os motoristas de carro ficaram com medo da greve prolongar e acham melhor encher o tanque.

Irani Gomes, presidente do SindTanque-MG, disse ao jornal O Tempo que essa greve não tem previsão de quando chegará ao fim e que muitos postos em Belo Horizonte continuam sem combustível nesse final de semana.

A categoria teria optado pela greve após uma reunião na quinta-feira (25), com representantes da Secretaria de Fazenda que deram uma resposta negativa aos caminhoneiros. O preço da gasolina já é de quase R$ 6,00 em várias cidades por Minas Gerais e pode haver aumento nos próximos dias.

Recentemente a Petrobrás anunciou um reajuste de 10% para o preço da gasolina e de 15% em relação ao diesel. Ontem os caminhoneiros que transportam combustíveis fizeram uma manifestação indo até a Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, pedindo redução do ICMS.

Romeu Zema, governador de Minas Gerais, alegou que para diminuir as alíquotas do imposto é preciso que haja um maior equilíbrio financeiro e que isso só acontecerá a longo prazo.

A esperança de muitos é que essa greve perca força no final de semana e que na segunda-feira o abastecimento nos postos de combustíveis de todo estado comece a ser normalizado.

Continue Lendo Comunicar Erro

Fonte: I7NEWS.COM.BR