URGENTE: STF anula condenações de Lula e ele poderá se candidatar a presidente em 2022

A política brasileira ganha mais um capítulo mais que inesperado: após a condenação e prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, ele foi solto para responder em liberdade, mas continuava inelegível, mas a novidade informada no G1 na tarde desta segunda-feira (8) é de que o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin anulou as condenações de Lula relacionadas à Operação Lava Jato.

Sendo assim, o ex-presidente petista agora poderá se lançar candidato às eleições: ele está elegível novamente, ele garante seus direitos políticos após ter ficado fora da disputa no ano de 2018. Fachin anulou todas as condenações que haviam sido proferidas pela Justiça Federal do Paraná. 

Na decisão, Edson Fachin declarou que a Justiça Federal do Paraná não possuía competência para julgar os casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e do Instituto Lula. A Justiça Federal do Distrito Federal será a responsável por apreciar os processos. Com isso, será decidido se os atos realizados nos processos podem ou não ser validados e reaproveitados.

Vale lembrar que a decisão vale pros três processos e atinge o recebimento de denúncias e ações penais. Nas redes sociais, o assunto gerou muitos comentários. Enquanto alguns comemoravam, outros condenavam a anulação do julgamento do ex-presidente: “fazer as malas para ir embora de vez desse país”, escreveu um usuário do Twitter.  “O Brasil perdeu e a máfia venceu”, escreveu outro usuário.

A Globo chegou a dar um plantão para falar sobre o assunto. Renata Vasconcellos entrou ao vivo para dar a notícia.

Continue Lendo Comunicar Erro

Fonte: I7NEWS.COM.BR