Cabo Daciolo se filia ao PDT do Rio: “Encontro sobrenatural”

Daniel Marenco/Agência O Globo – 02.04.2022 O ex-deputado Cabo Daciolo ainda procura partido para as eleições deste ano

Cabo Daciolo assinou na última sexta-feira sua filiação no PDT. Ele decidiu concorrer ao Senado no Rio .

“O encontrou com o PDT aconteceu de forma sobrenatural. Estava no Ceará para visitar um amigo e recebi a notícia de que a Polícia Federal estava na casa do Ciro Gomes e o espírito santo me impulsionou a ir orar com ele” lembra Daciolo.

Após seu projeto de disputar o Palácio Guanabara naufragar, chegou a ir para São Paulo nesta sexta-feira decidido a concorrer ao Senado ou ao governo do estado. No entanto, foi convencido de que havia espaço para tentar a vaga pelo Rio.

No mês passado, Daciolo chegou a anunciar que seria pré-candidato ao governo do Rio pelo PROS. Porém, a executiva nacional do partido negou a candidatura e afirmou que não tinha sido consultada. O PROS tem cargos no governo do Rio, o que incomodou a campanha de reeleição do governador Cláudio Castro (PL).

Cabo Daciolo afirmou que as movimentações feitas pelo chefe do Palácio Guanabara para minar sua candidatura motivaram sua decisão de ir para São Paulo, estado de origem de sua mãe.

Leia Também

“O Rio de Janeiro fechou as portas pra mim. Incomodei o poder e o Castro com seus secretários bloquearam meu projeto no PROS” disse o ex-bombeiro ao GLOBO na manhã desta sexta-feira, prestes a embarcar para São Paulo.

Candidato à Presidência da República nas eleições de 2018, quando terminou em sexto lugar, à frente de nomes como Henrique Meirelles (MDB) e Marina Silva (REDE), Daciolo já declarou que neste ano irá apoiar a candidatura de Ciro Gomes (PDT) para o Planalto.

“O PDT tem um projeto nacional de desenvolvimento. Varões e varoas nacionalistas e patriotas que lutam pela libertação do nosso Brasil” avaliou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

Fonte: ULTIMOSEGUNDO.IG.COM.BR