Vereador do PT que liderou protesto em igreja tem mandato cassado

Divulgação – 10/05/2022 Vereador Renato Freitas (PT), de Curitiba

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) aprovou, nesta quarta-feira, em segundo turno, a cassação do mandato do  vereador Renato Freitas (PT) que liderou protesto na igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de São Benedito, no centro.

O ato foi em protesto pela morte do congolês Moïse Mungenyi Kabagambe. Segundo o relator do processo de cassação, o vereador Sidnei Toaldo (Patriota), Freitas perturbou o culto religioso e realizou ato político dentro de um templo.

A cassação foi aprovada por 25 votos a 5, com duas abstenções.Após o projeto de resolução ser promulgado pela Mesa Diretora da CMC, ele será publicado no Diário Oficial do Município e passa a valer.

Cumprida essa etapa, a Câmara de Curitiba vai declarar vago o posto com o prazo de cinco dias úteis para a convocação do suplente e, mais cinco dias para a posse.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: ULTIMOSEGUNDO.IG.COM.BR