QG Rural: Grupo bolsonarista é financiado por fazendeiro – Brasil – iG

Reprodução/Twitter/Eduardo Bolsonaro Eduardo Bolsonaro com parte do QG Rural que estava acampado em Brasília

O grupo de extrema-direita QG Rural, integrado por produtores rurais pró-Bolsonaro que acampavam em Brasília, seria financiado por um fazendeiro investigado por ameaçar o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), segundo informou um membro do movimento ao site Metrópoles nesta segunda-feira (22).

Leia também:

O QG rural , que é apoiado pelo deputado federal e filho do presidente Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seria financiado por André Luiz Bastos Paula Costa, fazendeiro de Goiás.

Costa é investigado pela Polícia Civil do Distrito Federal por ter ameaçado, em um vídeo, o governador do DF. A ameaça ocorreu após o acampamento do QG Rural, e de outros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ter sido desmontado em Brasília, por ordem do governador. 

“Pois é, governador, o senhor derrubou o acampamento de todos os produtores rurais do Brasil. Somos nós que estamos mantendo esse país e nós não vamos a aceitar a truculência, a forma como o senhor agiu, senhor Ibaneis. Nós vamos mostrar pro senhor com quem que o senhor mexeu”, afirmou Costa.

O fazendeiro também tem histórico de violência. Em 2018, ele esfaqueou o braço de outro homem durante uma manifestação

Neste domingo (21), a Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Cecor) cumpriu mandado de busca e apreensão em uma chácara do fazendeiro, que era ponto de apoio do grupo, segundo o site. A polícia civil do DF investiga o grupo por suspeita dos crimes de milícia privada, ameaças e porte de armas.

Apoio do filho do presidente

No dia em que o acampamento do QG Rural foi desmontado, em 13 de junho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro foi até o local onde o grupo se encontrava para mostrar seu apoio e solidariedade. 

Neste dia, Eduardo chegou a tirar uma foto, sem máscara, com os integrantes do QG Rural aglomerados. Confira:

Agora de tarde estive no QG Rural, acampamento desfeito sob ordem do gov. Ibaneis do DF. Em que pese ter visto cenas lentáveis mais cedo com spray de pimenta, agora a tarde deu para ver alguns sorrisos e dar uma levantada na moral.

— Eduardo Bolsonaro?? (@BolsonaroSP)

Fonte: ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2020-06-23/qg-rural-grupo-bolsonarista-e-financiado-por-fazendeiro-investigado.html