Por que estátua antirracista do Black Lives Matter foi removida?

Essa é sua matéria grátis do dia. Assine agora e tenha acesso ilimitado.R$ 0,99 no 1º mês

A estátua de uma manifestante do movimento Black Lives Matter foi retirada da cidade de Bristol, no Reino Unido. A obra havia sido colocada um dia antes no lugar onde antes ficava um memorial a Edward Colston, um comerciante de escravos do século 17.

>> Siga a Gazeta do Povo no Instagram

A estátua do comerciante foi retirada por manifestantes durante os protestos de junho e jogada em um rio da região. A nova estátua foi batizada de Uma Onda de Poder e homenageava Jen Raid, uma das manifestantes que participou dos protestos antirracistas.

Após derrubar a estátua do comerciante de escravos, Raid subiu no pedestal e erguei o punho. A estátua reproduz a cena.

No breve período em que ficou no local, a estátua se tornou um novo marco das tensões raciais em todo o mundo.

Muita gente também foi contra a nova estátua e houve protestos por sua retirada, já que ela foi colocada lá sem autorização.

Segundo o prefeito de Bristol, a retirada foi feita justamente pela falta de autorização. A estátua vai para um museu onde poderá ser retirada pelo artista ou, se ele preferir, doada para a cidade.

Veja Também:

  • Entenda em 1 minuto: nova data do Enem 2020
  • Entenda em 1 minuto: como vão funcionar os novos saques do FGTS

Deixe sua opiniãoEncontrou algo errado na matéria?comunique erros Sobre a Gazeta do Povox Sobre a Gazeta do Povo

Fonte: www.gazetadopovo.com.br/mundo/estatua-antirracista-black-lives-matter