Guarda confessa ser autor de incêndio em catedral francesa

Reprodução Twitter @sebastianarcher Incêndio atingiu a catedral no último dia 18.

Um homem de 39 anos que trabalhava como guarda voluntário confessou ter sido responsável por começar o incêndio que atingiu a Catedral de São Pedro e São Paulo , em Nantes, na França. A informação foi dada pelo jornal francês Le Monde neste domingo (26).

Segundo o veículo, o homem, que não teve a identidade revelada, admitiu o crime durante depoimento prestado no sábado (25). Em um primeiro momento, ele negou envolvimento com o caso.

O advogado do guarda, Quentin Chabert, disse que seu cliente, que é um refugiado ruandês, se arrependeu e está colaborando com as autoridades.

O incêndio aconteceu no dia 18 de julho e foi controlado pelos bombeiros. Ninguém se feriu durante o episódio. As chamas destruíram vitrais do século XVI e um órgão.

Fonte: ULTIMOSEGUNDO.IG.COM.BR