Amigo de estudante picado por naja é solto no Distrito Federal

Ivan Mattos/Zoo de Brasília Gabriel abandonou a naja dentro de uma caixa plástica após animal picar amigo dele

O estudante Gabriel Ribeiro de Moura, de 24 anos, preso no último dia 22 de julho por suspeita de atrapalhar as diligências policiais na Operação Snake , que investiga suposto esquema de tráfico de animais silvestres, teve pedido de prisão revogado nesta sexta-feira (31) no Distrito Federal.

A soltura do estudante ocorreu ainda durante a madrugada, poucos dias após a prisão do amigo Pedro Krambeck, picado por uma cobra naja no dia 7 de julho e suspeito de integrar uma quadrilha de tráfico de animais.

Após o início da Operação Snake, pelo menos 20 cobras ilegais que seriam ligadas a Pedro foram encontradas. O primeiro envolvimento de Gabriel com o caso ocorreu logo após a internação de Pedro, quando o estudante desapareceu com o animal, encontrado horas depois abandonado dentro de uma caixa de plástico atrás de um shopping em Brasília.

Poucas horas antes da revogação da prisão de Gabriel, a Polícia Civil do DF divulgou u ma conversa entre ele e uma professora da universidade na qual Pedro estuda . Nas mensagens, a docente, que também é veterinária, orienta que as cobras nativas sejam soltas na mata. O argumento usado no pedido de revogação da prisão de Gabriel foi de que ele estava colaborando com as investigações do crime.

Fonte: ULTIMOSEGUNDO.IG.COM.BR