Auxílio Emergencial: a notícia sobre a prorrogação que milhões de brasileiros esperavam

O auxílio emergencial vem sendo pago a mais de 60 milhões de brasileiros. Anunciado em abril, o benefício de R$ 600 – R$ 1.200 para mães de família – foi estendido para os meses de julho e agosto. Com a economia do país em situação difícil, os beneficiários querem saber se o auxílio emergencial será mais uma vez estendido ou não. Há grande discussão sobre o assunto no meio político.

Antes de a prorrogação ser anunciada pelo governo federal, no fim de junho, o presidente Jair Bolsonaro e ministro da Economia, Paulo Guedes, se manifestaram algumas vezes contra as parcelas extras de R$ 600. Para diminuir o valor, porém, seria necessário enviar projeto ao Congresso Nacional, onde o governo poderia ser derrotado.

Extensão do auxílio emergencial até dezembro pode se tornar lei

Uma ideia legislativa foi apresentada no Portal e-Cidadania e pode se tornar lei. A ideia, com o objetivo de estender o auxílio emergencial até quando durar o estado de calamidade pública, alcançou 68,8 mil apoios até esta segunda-feira (10).

A quantidade de votos é mais que o triplo do que é necessário para ser analisada pela Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado Federal.
Se a comissão for favorável à ideia, ela será discutida como projeto de lei. O decreto de calamidade pública no Brasil vale até o dia 31 de dezembro.

Neste caso, se a ideia legislativa se tornasse um projeto de lei, o pagamento do auxílio emergencial a 63,5 milhões de brasileiros seria até feito até o fim do ano. O auxílio emergencial vem sendo pago a desempregados, trabalhadores informais e microempreendedores individuais (MEI).

Continue Lendo Comunicar Erro Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece CLIQUE AQUI

Fonte: I7NEWS.COM.BR