Homem se veste de mulher para invadir cemitério e violar túmulo

Brais Seara Fernandez/EyeEm/Getty Images Lápides em um cemitério


Um fazendeiro de Arkansas, nos EUA, foi preso no início deste mês, acusado de desfigurar o túmulo de seu ex-vizinho e inimigo de longa data com carcaças de animais. Joseph Stroud, 78, se disfarçou de mulher quando visitou o local onde está sepultado Fred McKinney, no condado de Benton. O caso foi divulgado pelo site Insider.

Leia também


A neta de McKinney, Shannon Nobles, disse à polícia que começou a encontrar os animais mortos no túmulo no final de maio. Em julho, quando a família relatou os incidentes, foram localizados 16 deles.

“No início, eles pensaram que era apenas uma coincidência e que, talvez, os animais estivessem nos últimos momentos de vida e morreram no local”, disse a polícia. “Quando eles começaram a encontrar mais animais mortos, perceberam que não era apenas uma coincidência, alguém estava os colocando ali propositalmente .”

A família instalou câmeras com a permissão do cemitério e acabou gravando alguém caminhando  em direção à lápide usando um blusão azul-petróleo, peruca e óculos escuros. A polícia identificou a pessoa como Stroud.

Quando oficiais do Departamento de Polícia de Pea Ridge visitaram a casa de Stroud em 6 de agosto, eles encontraram uma toalha manchada de sangue em seu carro. Ele foi preso e acusado de violação , mas foi libertado depois. Stoud negou qualquer envolvimento.

Nobles disse à polícia que Stroud e seu avô compartilharam um limite de terra por vários anos. “Shannon disse que Joseph e Fred nunca se deram bem e que houve até um processo judicial entre eles onde ela pensou que Joseph havia perdido”, afirmaram os investigadores.

Fonte: ultimosegundo.ig.com.br/mundo/mundo-insolito/2020-08-20/homem-se-veste-de-mulher-para-invadir-cemiterio-e-violar-tumulo-de-desafeto.html