Três partidos confirmam candidatos à Prefeitura de São Paulo

Guilherme Cunha/SMTUR Sede da Prefeitura de São Paulo


A última segunda-feira (31) foi marcada pelo início das convenções partidárias que irão oficializar os candidatos dos partidos que vão disputar à Prefeitura de São Paulo. No primeiro dia, três partidos definiram os seus representantes no pleitos, são eles: Joice Hasselmann (PSL), Adrea Matarazzo (PSD) e Levy Fidelix (PRTB). 

Leia também


O PSL anunciou a convenção um dia antes da sua realização ee foi o primeiro partido a realizar a reunião, que foi virtual. Hasselmann recebeu a indicação do partido desferindo críticas até mesmo ao seu aliado político, o governador de São Paulo João Doria (PSDB). “João Doria não foi prefeito. Ele só deu uma passadinha. Foi mais marqueteiro do que prefeito e deixou uma nulidade que é o Bruno Covas”, disse.

Após oficialização da sua candidatura, Hasselman concedeu entrevista coletiva em que atacou Eduardo e Flávio Bolsonaro dizendo explicitamente que são corruptos, por conta do caso da rachadinha. E disse ainda que a o retorno de Jair Bolsonaro ao PSL seria como um pedido de desculpas. 

“Por que o presidente Bolsonaro quer voltar ao PSL? Qual a intenção? É para construir ou para destruir? É para fazer uma intervenção inquisidora? Se for para isso, que fique onde está. Se ele vier para construir, que peça desculpas públicas a quem ele tentou destruir. Não adianta pedir desculpa no privado”.

A convenção do PSD não teve ataques tão frontais, mas, o ex-ministro da Comuicação Social Andrea Matarazzo disse que, se eleito, não deixará o cargo no meio do mandato, como fez João Dória pouco mais de um ano após ser eleito. O presidente do PSD, o ex-prefeito Gilberto Kassab, falou por duas vezes na convenção transmitida virtualmente. Kassab está afastado da Secretaria Esadual da Casa Civil acusado de receber propinas da J&F. Matarazzo disse que a figura de Kassab associada a sua campanha não deve prejudicar. 

Matarazzo é o único candidato que já anunciou a companheira de chapa, a deputada estadual Marta Costa (PSD), vereadora por três mandatos com eleitorado fiel oriundo da Assembleia de Deus.

A convenção do PRTB anunciou o presidente do partido, Levy Fidelix , como candidato, que deve se apoiar principalmente na imagem do vice-presidente Hamilton Mourão, também do PRTB. No entanto, Mourão não compareceu à convenção do partido.



Fonte: ultimosegundo.ig.com.br/politica/2020-09-01/tres-partidos-confirmam-candidatos-a-prefeitura-de-sao-paulo.html