Procon-SP deve notificar empresas por irregularidades em passagens em Viracopos

Conselho de Desenvolvimento da região metropolitana reclama dos valores abusivos em passagens aéreas Guilherme Dotto Conselho de Desenvolvimento da região metropolitana reclama dos valores abusivos em passagens aéreas

O Procon-SP informou nesta quinta-feira (20) que vai notificar companhias aéreas que atuam no aeroporto de Viracopos, em Campinas, por suspeita de irregularidades nas políticas em valores de passagens aéreas . De acordo com o órgão estadual, a notificação será feita após o recebimento de ofício do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas (RMC).

O diretor-executivo do instituto, Fernando Capez, informou que os 20 municípios que compõem a região metropolitana, reclamam que os valores praticados pelas empresas são maiores para passageiros que saem de Viracopos se comparado com os aeroportos de Guarulhos e Congonhasna capital paulista. O Procon-SP deve pedir explicações às empresas aéreas sobre os valores das passagens nos três complexos aeroportuários.

“O Procon entendeu que isso está estranho e aparentemente abusivo. Por que existe um valor tão mais elevado para sair de Viracopos em relação a outros aeroportos?”, disse Capez, ao portal G1.

“Vamos averiguar e, se estiver havendo um aumento injustificável, caracteriza-se uma prática abusiva porque é uma vantagem desproporcional que o fornecedor leva, no caso a companhia aérea, em detrimento do consumidor”, concluiu.

Ao G1a LATAM informou que não realiza voos saindo de Viracopos desde 2020.

A Gol Linhas Aéreas afirmou não ter sido notificada pelo Procon-SP sobre valores praticados na venda de passagens.

Já a Azul disse que prestará os devidos esclarecimentos ao órgão.

Fonte: ECONOMIA.IG.COM.BR