Instituto Êxito e UNESCO lançam pesquisa sobre empreendedorismo; entenda

Pesquisa deve ouvir 10 mil estudantes e professores da rede pública de ensino Divulgação/Instituto Êxito Pesquisa deve ouvir 10 mil estudantes e professores da rede pública de ensino

O Instituto Êxito e a UNESCO lançaram nesta quinta-feira (27) um projeto de pesquisa para saber a opinião de jovens e professores de escolas públicas sobre o empreendedorismo . O projeto Lições de Empreendedorismo para o Alcance de uma Educação Emancipadora e Transformadora pretende estimular competências, habilidades e atitudes empreendedoras nos estudantes.

“A partir da pesquisa, temos um panorama do que pensam os jovens e professores da rede pública sobre empreendedorismo e podemos desenvolver produtos e ações direcionadas para incentivar a atitude empreendedora neles”, afirma o presidente do Instituto Êxito, Janguiê Diniz.

Ao todo, 6.595 estudantes e 2.291 professores de ensino público do Brasil devem participar da pesquisa neste primeiro momento. Após as análises das repostas, a iniciativa deverá ser repassada para a rede pública de ensino.

“Por meio desse projeto, será possível alcançar o passaporte para a emancipação e a cidadania desses jovens, bem como o desenvolvimento social e econômico do país. Nós vamos preparar uma nova geração de empreendedores brasileiros, descobertos nas escolas públicas de Ensino Médio”, explica o vice-presidente do Instituto, Celso Niskier.

Você viu?

A diretora da UNESCO no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, lembra que o fechamento das escolas em meio em à pandemia prejudicou o ensino oferecido aos estudantes. Ela ressalta o uso da pesquisa como termômetro para melhorar os métodos de aprendizagem.

“Para a UNESCO, é um privilégio ser parceira de uma iniciativa como essa. O fechamento das escolas por conta da pandemia tem consequências que vão além da aprendizagem. Ao ficar em casa, longe do ambiente escolar, os jovens têm mais dificuldades para desenvolver suas competências e habilidades. Soma-se a isso o agravamento da crise econômica, que atinge de modo mais severo a população de baixa renda”, destaca.

“Com a pesquisa sobre o empreendedorismo nas escolas de Ensino Médio, estamos ajudando na construção de um futuro com menos desigualdades e mais oportunidades para todos”, completa.

A pesquisa “Percepções, conhecimentos e expectativas de estudantes e professores do Ensino Médio da rede pública brasileira sobre o empreendedorismo” pode ser consultada, na íntegra, por meio do site do Instituto Êxito .

Fonte: ECONOMIA.IG.COM.BR