Papa endurece legislação do Vaticano sobre abuso sexual

Nesta terça-feira (1), a Igreja Católica anunciou que foram feitas alterações na legislação interna do Vaticano. A atualização criminaliza abuso sexual contra adultos, responsabiliza a omissão e negligência e também permite a punição contra leigos que possuem cargos religiosos.

Regras que mudaram com a atualização

Após 14 anos de estudo, as atualizações nas regras do Vaticano entram em vigor apenas a partir de 8 de dezembro. Antes da atualização, havia previsão de punição nas leis internas apenas quando abusos sexuais eram cometidos contra crianças e não havia punição contra pessoas que ocupassem cargos religiosos.

A Igreja Católica também criminalizou a preparação de vulneráveis, sejam eles adultos ou crianças, em participação de pornografia. Esse método é bastante utilizado por abusadores para iniciação da exploração sexual.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Antes das modificações, havia o arbítrio a bispos e religiosos em ignorar ou encobrir o abuso cometido. Agora, a lei pode responsabilizar os responsáveis que deixarem de investigar ou punir a quem cometeu o crime.

Casos conhecidos na Igreja Católica

Em 2018, o fundador do movimento Sodalitium Christianae Vitae no Peru, Luis Figari foi afastado da Igreja Católica após ser acusado por um jornalista de abuso em 2010. Depois desta denúncia outras pessoas também vieram a público.

Segundo uma investigação, Figari é considerado um narcisista paranoico obcecado por sexo e também por observar seus subordinados suportando dor e humilhação. 

No ano de 2019, ocorreu a primeira perda de título na história do Vaticano devido aos abusos sexuais. O ex-cardeal e arcebispo, Theodore McCarrick, foi acusado em 2018 de abusar de uma pessoa. O Vaticano mesmo sabendo que Theodore dormia com seminaristas nada fez até que uma pessoa denunciou que era abusada quando ainda era jovem.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR