Cunha vê 2022 entre Lula e Bolsonaro: ‘Estamos voltando para a velha política’

Eduardo Cunha, ex presidente da Câmara dos Deputados O Antagonista Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB) analisou a corrida para a presidência da República em 2022. Ele afirmou que “estamos voltando para a velha política” e que o quadro já está definido: o  vencedor será ou Lula, ou Bolsonaro, sem espaço para ‘terceira via’.

“A política vai preponderar. Os alijados do processo eleitoral em 2018 por essas razões, essa antipolítica, voltarão. Será uma eleição mais semelhante a 2014 que 2018″, afirmou em entrevista ao Poder 360.

“Eu diria que a eleição tem um quadro definido: Bolsonaro e Lula. Não vai se alterar.”

O político também criticou a CPI da Covid , à qual se referiu como “palanque político”.

Cunha também falou sobre Lula, dizendo que o petista foi preso injustamente — assim como ele, segundo afirma.

“O processo penal não pode ser utilizado para fazer política. Eu sou e continuarei sendo adversário do PT. Mas eu quero que o Lula dispute a eleição. Queria que ele disputasse em 2018, para que a população pudesse julgar os governos do PT e chegar à conclusão que o melhor para o Brasil é não ter o PT. Isso eu entendo que é a política que tem que ser feita. Não essa em que eu tenho de tirar o Lula da eleição usando situações absurdas, fraudadas, para poder ganhar com gol de mão.”

Fonte: ULTIMOSEGUNDO.IG.COM.BR