EUA restringem compras de equipamentos de Huawei e ZTE

Estande da Huawei em feira de telecomunicações na Alemanha, em 2018.Estande da Huawei em feira de telecomunicações na Alemanha, em 2018.| Foto: Matti Blume/Wikimedia CommonsOuça este conteúdo

A Comissão Federal de Comunicações (FCC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos votou a favor de limitar as compras de equipamentos de várias empresas chinesas, entre elas Huawei e ZTE, por considerá-las uma “ameaça à segurança nacional”. Esta é a mais nova movimentação dos EUA para restringir o uso de fornecedores chineses de tecnologia sem fio 5G e outras no país. A medida, aprovada por unanimidade pela FCC, proibirá que os equipamentos de telecomunicações de videovigilância de cinco empresas chinesas sejam autorizados nos EUA e derrubará as autorizações já existentes.

A FCC listou em 2019 cinco empresas chinesas como “uma ameaça à segurança nacional” dos EUA, incluindo Huawei, ZTE, Hytera Communications Corp, Hangzhou Hikvision Digital Technology Co e Zhejiang Dahua Technology Co. Os equipamentos da Huawei eram utilizados por empresas de telecomunicações americanas em áreas rurais para que os dispositivos com sistema operacional Android funcionem melhor, segundo a imprensa especializada.

Desde o governo do ex-presidente Donald Trump, os EUA têm liderado uma campanha global para impedir que empresas chinesas, como a Huawei, assumam o controle de redes 5G, que permitem uma navegação muito mais rápida na internet e podem facilitar o desenvolvimento de veículos e técnicas autônomas para cirurgia controlada à distância. O governo dos EUA já pressionou a União Europeia a impor restrições à Huawei, que está na vanguarda do desenvolvimento da tecnologia 5G. Os EUA têm receio de que a China utilize as redes 5G da Huawei para espionagem, alegações que a empresa chinesa nega.

0xCompartilhe

Fonte: GAZETADOPOVO.COM.BR