Duas igrejas católicas são destruídas por incêndios em território indígena no Canadá

Como você se sentiu com essa matéria?

Imagem ilustrativaImagem ilustrativa| Foto: BigStockOuça este conteúdo

Duas igrejas católicas em reservas indígenas no Oeste do Canadá foram destruídas por incêndios na segunda-feira (21). Investigadores estão tratando os casos como “suspeitos”.

O fogo teve início nas primeiras horas da segunda-feira na igreja Sacred Heart, uma construção histórica que foi destruída pelas chamas no território do Penticton Indian Band. Cerca de duas horas depois, a polícia local foi alertada sobre outro incêndio, na igreja St. Gregory, a 40 quilômetros de distância, no território do Osoyoos Indian Band, segundo o jornal local Vancouver Sun. Ambas as construções eram de madeira e tinham mais de cem anos.

Os incêndios ocorreram no Dia Nacional de Povos Indígenas do Canadá, e três semanas após a descoberta dos restos mortais de 215 crianças indígenas em uma vala comum em um antigo internato na Columbia Britânica, que era administrado pelo governo e autoridades religiosas e fechou em 1978.

“Caso nossas investigações considerem esses incêndios como criminosos, a Real Polícia Montada do Canadá (RCMP) buscará todas as possíveis motivações e deixará que os fatos e as evidências direcionem a nossa investigação”, disse o porta-voz da RCMP Jason Bayda em comunicado à imprensa. “Estamos sensíveis aos recentes eventos, mas não especularemos sobre um motivo”.

O padre Thomas Kakkaniyil, responsável pela Igreja de St. Gregory, disse que a primeira missa do ano foi celebrada no domingo passado, devido à pandemia. “Alguém de fora veio e a incendiou, pelo que eu entendo. Isso foi feito em terra da Primeira Nação Osoyoos mas não por essas pessoas. Foram outras pessoas”, afirmou.

Deixe sua opinião

Como você se sentiu com essa matéria?

Veja mais matérias que causaram reações nos leitoresAtualizado às

Encontrou algo errado na matéria?comunique errosSobre a Gazeta do PovoxSobre a Gazeta do Povo

Fonte: GAZETADOPOVO.COM.BR