Jovem se arrepende após recusar vacina e ter pulmões transplantados devido à Covid-19

Quem acompanha os noticiários sobre a pandemia, sabe que o coronavírus continua infectando pessoas pelo mundo afora. Mesmo com a chegada do imunizante em todo país, a doença provocada pelo vírus ainda é motivo de muita preocupação e segue tirando vidas. Ainda assim, existem pessoas que se negam a receber o imunizante com medo dos possíveis efeitos colaterais da vacina.

Esse foi o caso de um jovem norte-americano de 24 anos, ele se recusou a tomar a vacina contra a Covid-19, alegando que ainda seria cedo para confiar no imunizante. Mas após contrair a doença e ficar grave, o rapaz teve que ser submetido a uma cirurgia de transplante de pulmões.

De acordo com o UOL, Blake Bargatze, que reside na Geórgia, confessou para sua família que tinha medo que os efeitos colaterais da vacina o deixassem mal. Arrependido de não ter aceitado ser imunizado, ele e sua família estão engajados em convencer outras pessoas que pensam em não receber a vacina para que não cometam o mesmo erro.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

“Ele esperava que a vacina pudesse ser testada por 10 anos ou mais antes de tomar, como muitas pessoas também acreditavam”, contou a mãe de Blake. Ela ainda acrescentou que o filho fumava cigarro eletrônico, mas não tinha comorbidades.

O jovem disse acreditar que pode ter contraído a Covid-19 durante um show em abril, na Flórida. A família de Blake contou à rede de TV WSB que o rapaz teve sintomas graves da doença, precisando passar pelo transplante duplo de pulmões. Segundo a família informou, após três meses da cirurgia, ele continua internado na UTI.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://assets.revcontent.com/master/delivery.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
var script=document.createElement(‘script’);script.src=’https://backstage.i7.network/tags/728a61cb4d272644/index.js?rd=’+(Math.random()*10000000000000000);document.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(script);script.onload=function(){new i7Tag({‘placement’:’i7_articles_feed’});}
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR