DF: Policia investiga caso de mãe que matou recém-nascido com as próprias mãos

Mulher está internada no Hospital de Base, em Brasília Divulgação/IGESDF Mulher está internada no Hospital de Base, em Brasília

A Polícia Civil do Distrito Federal está investigando o caso de uma mulher que matou com as próprias mãos e asfixiou um filho recém-nascido. Ela foi presa ontem (11), e em depoimento, confessou o crime.

Segundo informações do portal Metrópoles, ela afirmou que não sabe quem é o pai da criança, e que não tinha intenção de criar o filho. “Ela alegou que o menino nasceu com vida e o asfixiou com as próprias mãos, logo após dar a luz no banheiro”, disse o delegado Maurício Iacozzilli.

A mulher, uma diarista de 41 anos, teve a criança em casa. Segundo relato de uma filha de 21 anos, ela arrancou o cordão umbilical e depois do crime, jogou o corpo no lixo. O Corpo de Bombeiros foi chamado após ela apresentar um quadro de hemorragia. No hospital, a polícia foi chamada.

Com a piora no estado de saúde, a mulher foi transferida para o Hospital de Base. Em razão da frieza com o relato dos fatos, os investigadores pediram que a mulher seja submetido a um exame psiquiátrico. Os testes devem ocorrer assim que ela receber alta médica.

Fonte: ULTIMOSEGUNDO.IG.COM.BR