Mãe faz festa para a filha, convida toda a classe, menos uma criança autista

Uma mãe, que não teve a identidade revelada, deu início a uma polêmica após postar um desabafo no Reddit. Ela contou que planejou uma festa de aniversário para a filha de 7 anos e convidou todas as crianças da classe da menina, menos uma menina que tem TEA (transtorno do espectro autista).

Em seu relato, a mãe contou que a política da escola da menina determina que, caso convide uma criança da classe para alguma festividade, todas as demais também precisam ser incluídas. Mesmo assim, enquanto estava escrevendo os convites, a mulher disse que a filha lhe perguntou se deviam convidar Avery, uma menina de sua classe com espectro autista, mal fala, é muito hiperativa e ainda não foi treinada para usar o banheiro. Neste momento, a mulher disse que a filha afirmou que não queria que todos ficassem prestando atenção em Avery como normalmente acontece na escola.

Após ter pensado sobre o assunto, a mãe acabou decidindo que a filha não precisava convidar a Avery. No relato, a mulher destacou não ter nada contra a menina, mas ressaltou respeitar a escolha de sua filha.

(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1021620.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Após ter conhecimento sobre o assunto, a mãe de Avery enviou uma mensagem para a mãe da aniversariante e agradeceu ela por lembrar que sua filha não é convidada para as festas.

Em seguida, a mulher destacou não querer ver sua filha infeliz na sua própria festa de aniversário, mas após a mensagem que recebeu, chegou a se perguntar se com tal atitude não estava perdendo a chance de ensinar a sua filha a não discriminar.

Como já era de se esperar, com a repercussão do relato, muitos internautas criticaram a postura da mãe. Uma usuária das redes sociais destacou que Avery é apenas uma menina que quer fazer parte de sua classe e, novamente, pessoas egoístas deixam crianças como ela excluídas. Essa mesma internauta ainda destacou que a mãe está ensinando a sua filha a ser preconceituosa e ressaltou que ela deve tanto a Avery, como a mãe da menina, um pedido de desculpas.

Continue Lendo Comunicar Erro
(function($){
var count_to_contab = false;

$(‘body, html’).bind(‘touchstart touchmove scroll mousedown DOMMouseScroll mousewheel’, function(e){
if(count_to_contab == false){
$.getScript(‘https://jsc.mgid.com/i/7/i7news.com.br.1014215.js’);
}

count_to_contab = true;
});
})(jQuery);

Fonte: I7NEWS.IG.COM.BR