MG: turistas tentaram alertar sobre rocha antes do desabamento

Rocha desaba em Capitólio (MG) Montagem iG / Fotos: reprodução Twitter Rocha desaba em Capitólio (MG)

Pouco antes da rocha desabar em Capitólio (MG) e atingir quatro embarcações que estavam próximas nesse sábado (8)turistas que estavam em lanchas mais afastadas tentaram alertar as vítimas sobre o perigo da pedra, que estava prestes a se soltar.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, oito pessoas morreram e outras duas estão desaparecidas após o acidente. Todas elas estavam na lancha que foi diretamente atingida pela rocha que se soltou de um paredão do cânion no Lago de Furnas, como mostram os vídeos compartilhados nas redes sociais.

Segundo a corporação, a embarcação que recebeu o impacto direto da pedra foi a Lancha Jesus, que estava com sete pessoas no momento do acidente. Os corpos de todas foram localizados e identificados, mas o nome das vítimas não foi divulgado.

Leia Também

Já a Lancha EDL sofreu impacto indireto do desabamento da rocha em decorrência do deslocamento de água e das pedras no local. As 14 pessoas que estavam na embarcação foram socorridas com vida.

A lancha vermelha (sem nome) também sofreu com impacto indireto e as 10 pessoas que realizavam o trajeto nela foram socorridas. O mesmo ocorreu na Lancha Nave Mãe, que carregava oito tripulantes.

Leia Também

Na manhã de hoje,  o corpo da oitava vítima foi encontrado submerso no local do acidente. Ele foi levado ao posto de comando e será identificado pela Polícia Civil.

Confira, abaixo, o número de socorridos leves atendidos, conforme os bombeiros:

Após o acidente, o local foi fechado e isolado. A Marinha do Brasil vai instaurar um inquérito para “apurar causas, circunstâncias do acidente/fato ocorrido”.

Fonte: ULTIMOSEGUNDO.IG.COM.BR