Ex-policial brasileiro, acusado de tráfico de drogas, é preso na Hungria

Sérgio Roberto de Carvalho, conhecido como Major Carvalho, foi preso pela Interpol em Budapeste.| Foto: ReproduçãoOuça este conteúdo

Policiais da Interpol prenderam nesta terça-feira (21), em Budapeste (Hungria), o ex-policial militar Sérgio Roberto de Carvalho, conhecido como Major Carvalho, apontado como um dos maiores traficantes de drogas do mundo. Apelidado de “Escobar brasileiro” pela imprensa europeia, ele é acusado de ter feito remessas para Europa de 45 toneladas de entorpecentes escondidas em navios e aeronaves.

Carvalho é foragido das Justiças de Portugal, Espanha e Brasil. Há um mandado de prisão em aberto contra ele expedido em 2020 no âmbito da Operação Enterprise, da Polícia Federal, que investigou a lavagem de dinheiro do tráfico. Na ocasião, foram apreendidos mais de R$ 500 milhões da organização criminosa da qual Major Carvalho é acusado de ser líder.

Natural do Paraná, Sérgio Roberto de Carvalho ingressou na Polícia Militar do Mato Grosso do Sul em 1980. Foi oficial da corporação até 1996, quando se aposentou, e posteriormente, em 2018, foi expulso e teve seus vencimentos bloqueados por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas.

O Ministério da Justiça deve solicitar a extradição de Carvalho. “No momento, a Polícia Federal adota as providências formais decorrentes da captura após as diligências policiais que culminaram nessa importante prisão.”, informou a PF.

xCompartilhe0

Fonte: GAZETADOPOVO.COM.BR