Putin diz que Rússia está redirecionando o comércio para o Brics

Como você se sentiu com essa matéria?

O presidente russo, Vladimir Putin, chega à Praça Vermelha, em Moscou, para as comemorações do Dia da Vitória, em 9 de maio de 2022.| Foto: Maxim Shipenkov/EFE/EPAOuça este conteúdo

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira (22) que Moscou está “ativamente” redirecionando seus contatos comerciais e econômicos dos países ocidentais para parceiros internacionais “fiáveis”, especialmente as nações do Brics, formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

“É claro que estamos ativamente envolvidos no redirecionamento de nosso fluxo comercial e contatos econômicos no exterior para parceiros internacionais fiáveis, principalmente os países do Brics”, disse Putin, em vídeo ao Fórum Empresarial da aliança.

Esse movimento se deve às sanções ocidentais contra a Rússia por sua campanha militar na Ucrânia. Putin destacou que nos três primeiros meses do ano, o comércio entre a Rússia e os demais países do Brics aumentou em 38%, para US$ 45 bilhões.

O chefe do Kremlin disse que estão sendo ativados os “contatos entre os círculos empresariais russos e a comunidade empresarial dos países do Brics”. Estão em andamento, por exemplo, negociações para abrir cadeias de lojas indianas na Rússia e aumentar a participação de carros, equipamentos e maquinarias chinesas no mercado russo.

Por sua vez, a presença da Rússia nos demais países do grupo está se expandindo, apontou Putin. Ele observou que os volumes de exportações de petróleo russo para a China e a Índia “estão crescendo notavelmente” e que a cooperação no campo da agricultura está se desenvolvendo de forma dinâmica, pois a Rússia fornece quantidades significativas de fertilizantes a esse mercado.

Além disso, afirmou que as empresas russas de tecnologia da informação estão expandindo suas atividades na Índia e na África do Sul, e os satélites russos fornecem transmissões de televisão para 40 milhões de pessoas no Brasil. Junto com os demais parceiros do Brics, também estão sendo desenvolvidos mecanismos alternativos para pagamentos internacionais.

“O sistema de mensagens financeiras russo está aberto à conexão de bancos dos cinco países. Há uma expansão da geografia do uso do sistema de pagamentos russo ‘Mir’ e a criação de uma reserva internacional”, enfatizou.

Por sua vez, os círculos empresariais russos, em coordenação com as comunidades empresariais dos Estados do Brics, estão tomando medidas para desenvolver infraestrutura de transporte, reconstruir rotas logísticas e criar novas cadeias produtivas, afirmou.

Como convite aos empresários do Brics, Putin garantiu que a Rússia está tomando medidas para reduzir o impacto negativo das sanções e fortalecer seus laços comerciais e de investimento com todos os Estados interessados, e que o país que lidera está particularmente focado em estimular a iniciativa privada.

O presidente russo ainda denunciou que “há uma ruptura deliberada dos laços de cooperação” e que “as cadeias de transporte e logística estão colapsando”. “Tudo isso contraria o senso comum e a lógica econômica elementar, prejudica os interesses das empresas em escala global e afeta negativamente o bem-estar da população, aliás, de todos os países”, disse.

Deixe sua opinião

Como você se sentiu com essa matéria?

Veja mais matérias que causaram reações nos leitoresAtualizado às

Encontrou algo errado na matéria?comunique errosSobre a Gazeta do PovoxSobre a Gazeta do Povo

Fonte: GAZETADOPOVO.COM.BR