Johnson avisa a Fernández que soberania das Malvinas “não está em questão”

Como você se sentiu com essa matéria?

O premiê britânico, Boris Johnson, posa para foto ao lado do presidente americano, Joe Biden, durante cúpula do G7 nos Alpes da Baviera, na Alemanha| Foto: EFE/Christian BrunaOuça este conteúdo

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, reuniu-se nesta segunda-feira (27) durante a cúpula do G7 na Alemanha com o presidente da Argentina, Alberto Fernández, na qual garantiu que a soberania das Ilhas Malvinas “não está em questão”.

Johnson foi “firme” quando o presidente argentino “levantou a questão” do controle do arquipélago atlântico, conforme descrito por um porta-voz de Downing Street, seu gabinete e residência oficial.

“O primeiro-ministro salientou que os habitantes das Malvinas, como todas as pessoas, têm direito à autodeterminação”, disse o porta-voz, apenas duas semanas após o 40º aniversário da guerra pelas Malvinas vencida pelo Exército britânico.

No entanto, Johnson e Fernández elogiaram o “valor da amizade entre britânicos e argentinos” e optaram por “encontrar formas de fortalecer a relação” entre os dois países.

Na reunião durante a cúpula dos países industrializados, na qual Fernández é convidado para representar a América Latina e o Caribe, os dois líderes concordaram em trabalhar juntos em várias áreas, incluindo a promoção da energia sustentável.

Eles também abordaram possíveis soluções para desbloquear as exportações de cereais da Ucrânia e discutiram a evolução do conflito desencadeado pela invasão russa em 24 de fevereiro.

Johnson destacou “a importância da comunidade internacional em apoiar a soberania da Ucrânia” e disse a Fernández que “os ucranianos não vão parar de lutar” em nenhuma circunstância.

Deixe sua opinião

Como você se sentiu com essa matéria?

Veja mais matérias que causaram reações nos leitoresAtualizado às

Encontrou algo errado na matéria?comunique errosSobre a Gazeta do PovoxSobre a Gazeta do Povo

Fonte: GAZETADOPOVO.COM.BR